PUBLICIDADE

Ana Maria Braga cobra Ricardo Nunes após galho de árvore quebrar teto de mansão: ‘cadê o prefeito?’

Ninguém ficou ferido, segundo publicação da apresentadora; Prefeitura de São Paulo diz não ser necessário autorização para poda emergencial e que casos em locais particulares são de responsabilidade de proprietários

Foto do author Heitor Mazzoco
Por Heitor Mazzoco
Atualização:

A apresentadora da TV Globo Ana Maria Braga publicou um vídeo com desabafo depois de ter teto de sua mansão, na região de Pinheiros, na capital paulista, atingida por um galho de árvore durante a chuva da tarde desta segunda-feira, 8. A apresentadora cobrou ações da Subprefeitura de Pinheiros, que atende a região. Ela cobrou ação do prefeito, Ricardo Nunes (MDB). Questionada, a Prefeitura informou que a poda de árvores de maneira emergencial pode ocorrer sem autorização da Subprefeitura. “Porém deve ser orientada por engenheiros agrônomos, florestais ou biólogos, que se responsabilizarão pelo procedimento nos termos da legislação municipal”, citaram por meio de nota (leia íntegra abaixo).

Segundo Ana Maria, ela já chamou funcionários da Prefeitura de São Paulo para a poda, mas não obteve retorno. “Olha o que acaba de acontecer aqui em casa. Uma situação muito complicada, mas sabe o que é pior? A gente chama e não consegue resolver. Uma burocracia sem fim enquanto a gente corre perigo. Cadê a subprefeitura quando a gente precisa dela? Cadê o prefeito? E isso não é só comigo. É por toda cidade de São Paulo que sofre com isso. O que eu faço agora? Não é bem material não, são vidas”, afirmou a apresentadora.

Ana Maria explicou no vídeo que funcionárias estavam desmontando enfeites de Natal e, cinco minutos depois de deixarem o local, o galho caiu no teto. Por sorte, ninguém se feriu. A apresentadora afirmou que sua casa tem muitas árvores, mas cuidadas. O problema, segundo ela, é a burocracia para poda de árvores. “Só consegue (podar árvore) de outro jeito. Não sei que jeito é esse. Eu sei que jeito é, mas não posso falar”, disse Ana Maria.

Telhado de Ana Maria Braga danificado depois de queda de galho Foto: Divulgação | Instagram

PUBLICIDADE

Uma estrutura metálica usada para a manutenção da marquise do Parque Ibirapuera, zona sul da cidade, caiu na tarde desta segunda-feira, 8, durante as chuvas que atingiram a capital. O acidente deixou quatro pessoas feridas. Todas, segundo o Corpo de Bombeiros, foram levadas para o Hospital Israelita Albert Einstein.

O que diz a Prefeitura de São Paulo

“A Prefeitura de São Paulo esclarece que o manejo de árvores em área particular é de responsabilidade do proprietário do local. Por isso, visando dar maior agilidade ao processo de podas de árvores em áreas particulares, foi sancionada a Lei 17.267/20, que entrou em vigor em janeiro de 2020, na cidade de São Paulo.

Publicidade

Com dez dias de antecedência, antes da realização da poda, o cidadão deve apresentar à Subprefeitura correspondente um laudo técnico elaborado por engenheiro-agrônomo, florestal ou biólogo, fundamentando a necessidade do procedimento e responsabilizando-se pela sua execução. Todas as autorizações de poda ou supressão de árvores são devidamente publicadas no Diário Oficial do Município de São Paulo.

Ainda de acordo com o Art. 12-B, a realização de poda de árvores emergenciais, em áreas públicas ou particulares, pode ser realizada sem autorização prévia, porém deve ser orientada por engenheiros agrônomos, florestais ou biólogos, que se responsabilizarão pelo procedimento nos termos da legislação municipal. Vale destacar que o documento constatando a necessidade do serviço deverá ser apresentado na subprefeitura em até um dia após a execução da poda.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.