PUBLICIDADE

Janja diz que Elon Musk ficou ‘muito mais milionário’ com ataques a ela e oposição ironiza

Primeira-dama disse que vai processar a plataforma X e afirmou que é preciso regular as redes em âmbito internacional; após ataque à conta de Janja deputados e senadores voltaram a pressionar pela aprovação do PL das Fake News

Foto do author Sofia  Aguiar
Por Sofia Aguiar (Broadcast)
Atualização:

BRASÍLIA - A primeira-dama, Rosângela da Silva, conhecida como Janja, disse que vai processar a plataforma X, antigo Twitter, após ter sua conta hackeada na semana passada, e afirmou que é preciso responsabilizar e regular as redes sociais.

“Eu não sei nem onde processar, se eu processo no Brasil, se processo nos Estados Unidos, porque processá-los eu vou, de alguma forma”, declarou Janja ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante transmissão ao vivo nas redes sociais denominada “Conversa com o presidente” nesta terça-feira, 19. “A gente tem uma pesquisa, tem muitas pessoas públicas que têm as contas invadidas, como o primeiro-ministro da Austrália, então a gente tem que de alguma forma responsabilizar essas plataformas e regulá-las. O problema não é só do Brasil, é global.”

A primeira-dama, Janja, afirmou que vai processar o X depois do ataque hacker à sua conta Foto: Sergio Lima/ AFP

PUBLICIDADE

Na fala, Janja reclamou da demora para conseguir congelar sua conta na rede social após ter sido detectado o ataque hacker. “Foi tão difícil que o Twitter derrubasse, congelasse minha conta. Foi 1h30″, disse. Na sequência, ela criticou o dono do X, Elon Musk, e o modelo de monetização das plataformas.

“Elon Musk ficou muito mais milionário com aquele ataque. É essa a questão. A gente precisa não só a regularização das redes, mas a gente precisa discutir a monetização das redes. Porque hoje, não importa se é do bem ou do mal, eles ganhando dinheiro tá tudo bem”, disse Janja. Em uma mensagem publicada neste domingo, 17, ela já havia criticado rede social por ‘lucrar em cima do ódio’.

Depois da manifestação da primeira-dama, parlamentares da oposição publicaram críticas e ironias. O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) postou o trecho do vídeo de Janja em seu X e escreveu uma mensagem em inglês, marcando Musk, no qual diz que, se ele “está mais rico hoje, é graças a essa mulher”.

Já o deputado federal Kim Kataguiri (União-SP) repercutiu o vídeo afirmando que Janja quer regular as redes e acrescentou: “Dê um like se você acha que isso vai virar instrumento de censura aos opositores do governo”.

Regularização das redes é ‘desafio’

Na live desta terça-feira, Lula também cobrou uma regularização das redes sociais, mas pontuou que fazer isso sem censura é um “desafio”.

Publicidade

“Temos que fazer uma regularização séria. Não só uma regularização para um país, mas para o mundo. A União Europeia já faz uma regularização, mas é preciso que todo mundo tome cuidado com isso”, comentou o petista.

O presidente disse ficar muito bravo com os ataques que a primeira-dama recebe nas redes sociais. “Às vezes fico muito puto da vida, estou falando a palavra puto de verdade, fico puto da vida com as pessoas que atacam ela pela internet”, comentou. “Fico puto porque eu nunca falei da mulher de um presidente, deputado, vereador. Acho uma canalhice a pessoa que faz isso. Fico puto por ela”, acrescentou.

Como mostrado pelo Estadão, o ataque à conta da primeira-dama reavivou a discussão do PL das Fake News no Congresso. Parlamentarem querem que o projeto de lei seja colocado na pauta, mas texto está parado desde maio deste ano, após Arthur Lira (PP-AL) retirá-lo da previsão de votações da Câmara.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.