EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores da política e da economia, com Julia Lindner e Gustavo Côrtes

Centrais sindicais querem reduzir juros do consignado e apoiam proposta de Lupi

Em nota, sindicalistas defenderam teto de 15% para os juros desta modalidade de empréstimo

PUBLICIDADE

Foto do author Gustavo Côrtes
Por Gustavo Côrtes
Atualização:

As centrais sindicais se posicionaram favoravelmente à proposta do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, de reduzir os juros do crédito consignado. Em nota, os representantes dos trabalhadores defenderam o projeto do senador Paulo Paim (PT-RS) que prevê teto de 15% ao ano para essa modalidade de empréstimo.

Protesto reúne 15 mil pessoas em ato das centrais sindicais na Av. Paulista, em São Paulo Foto: Nilton Fukuda/AE

“O cenário de desemprego, fome e aumento do custo de vida torna ainda mais importante a redução das taxas de juros e a redução da margem consignável.”

Eles também defendem alterar a composição do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), para garantir paridade de representação do setor patronal e das centrais sindicais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.