Estacionar com Zona Azul fica mais caro em São Paulo; veja nova tarifa

Reajuste de 5,75% vigora a partir desta sexta-feira, 20; Cartão Azul Digital (CAD) adquirido antes da alteração pode ser usado normalmente

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Estacionar em uma vaga de Zona Azul na cidade de São Paulo vai ficar mais caro a partir desta sexta-feira, 20. O preço da tarifa básica, válida por uma hora, passa de R$ 5,75 para R$ 6,08. É um aumento de 5,75%. O anúncio da elevação foi publicado pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito de São Paulo no Diário Oficial desta quinta-feira, 10.

De acordo com a concessionária que administra o serviço, Estapar, a correção da tarifa está prevista em contrato e considera a inflação de janeiro a dezembro de 2022. O modelo de concessão do estacionamento rotativo em São Paulo começou a funcionar em 2020, com duração prevista de 15 anos. Atualmente há na cidade de São Paulo 54.063 vagas de Zona Azul.

A concessão da Zona Azul prevê a manutenção de todas as vagas rotativas da cidade. Foto: Felipe Rau/Estadão

PUBLICIDADE

A última vez que houve um reajuste na tarifa da Zona Azul SP foi em janeiro de 2022. À época, o valor era de R$ 5 e subiu para R$ 5,75.

A empresa informa que o Cartão Azul Digital (CAD) já comprado poderá ser ativado normalmente pelo valor anterior. O reajuste só passa a valer para a ativação após esta sexta-feira. Os cartões podem ser adquiridos pelo aplicativo Estapar Nova Zona Azul, no site ou em 900 estabelecimentos comerciais.

Alerta

Em seu site, a Estapar destaca que Ambulantes e vendedores de rua não estão autorizados a comercializar cartões digitais na cidade. “Os pontos de venda credenciados têm endereços fixos, placas de identificação oficial e utilizam maquininhas de cartão Getnet. Além disso, você pode comprar através do app da Estapar Zona Azul SP de onde estiver e pagar via débito e crédito”, afirma a empresa.

Os estabelecimentos oficiais de venda podem ser consultados no site da concessionária do serviço, assim como a autenticidade do Cartão Azul Digital (CAD), por meio do número de autenticação. Os detalhes da transação também podem ser acessados e checados no portal oficial da prestadora do serviço na cidade de São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.