PUBLICIDADE

Incêndio atinge vegetação do Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo; veja vídeo

Conhecido pela Festa das Cerejeiras, local possui uma área verde que abriga muitos animais; as causas estão sendo investigadas

PUBLICIDADE

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura
Atualização:

Um incêndio atingiu a vegetação do Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo, na noite de quarta-feira, 23. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a ocorrência na Avenida Afonso de Sampaio e Souza, 100, Cidade Líder, região de Itaquera, foi registrada às 23h55. Equipes atuaram por quase doze horas no local.

PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira, 24, a corporação informou que, além do apoio do helicóptero Águia-12, ao menos quatro viaturas foram encaminhadas para a região. O fogo acabou por volta das 11h15, quando a ocorrência foi encerrada. Não houve registro de feridos.

Em nota, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) acrescentou ainda que a área de mata atingida fica entre o Parque do Carmo e o Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a pessoa que solicitou atendimento no local citou que a incidência do fogo foi provocada por queda de balão. As causas do acidente serão investigadas.

Bombeiros tentam controlar incêndio que atinge o Parque do Carmo, na zona leste da capital paulista.  Foto: Werther Santana/Estadão

Em nota, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) disse que, além dos bombeiros, a força-tarefa para combater o incêndio contou com o auxílio da vigilância do parque e outros parceiros locais.

“Participaram os Guardiões da Floresta, Senac, equipes dos vigilantes brigadistas do Parque Natural Fazenda do Carmo, a Brigada de Incêndio do Sesc Carmo, a Polícia Militar, com o helicóptero Águia, e integrantes da Operação Fogo Zero, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, coordenada pela secretaria em conjunto com a Secretaria de Segurança Urbana (SMSU)”, disse em nota.

O objetivo da ação conjunta foi para agilizar o atendimento. “Combater o fogo nas áreas de proteção ambiental e parques da cidade e proteger toda a diversidade de flora e fauna das áreas de matas do município”, disse a secretaria.

Publicidade

As duas áreas municipais atingidas, a primeira um parque urbano e a segunda uma Unidade de Conservação (UC), possuem cerca de 240 hectares e 450 hectares, respectivamente, somando quase 700 hectares de área verde.

A extensão dos danos do incêndio ainda será apurada.

Parque do Carmo

Conhecido pelo cultivo de cerejeiras, onde anualmente é realizada a tradicional Festa das Cerejeiras no mês de agosto com uma série de eventos para marcar a chegada da florada desta árvore, símbolo do Japão, o Parque do Carmo possui uma área verde que abriga muitos animais, que ali encontram refúgio, alimentação e condições favoráveis para a sua reprodução.

Festa das Cerejeiras ocorre tradicionalmente em agosto no Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo.  Foto: Werther Santana/Estadão

PUBLICIDADE

Foram registradas 193 espécies de fauna, sendo 164 vertebrados e 29 invertebrados, destacando-se 25 espécies de borboletas. Dentre as 145 espécies de aves, destacam-se as garças, mergulhões, martins-pescadores, irerês, socós e ananaís, que utilizam o lago, além de mamíferos como gambás, preguiça-de-três-dedos, macacos, veados-catingueiros, tatu, ouriço-cacheiro e caxinguelê, conforme informações da Prefeitura de São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.