PUBLICIDADE

Menino de 5 anos é achado morto com sinais de violência em Marília; adolescente de 14 é apreendida

Outro jovem de 13 anos é investigado por suposta participação no caso

Foto do author José Maria Tomazela
Por José Maria Tomazela

Um menino de cinco anos foi encontrado morto com sinais de violência, na madrugada desta segunda-feira, 12, no distrito de Lácio, em Marília, no interior de São Paulo. Uma adolescente de 14 anos, foi apreendida, suspeita de ter matado a criança. Outro adolescente de 13 anos é investigado por suposta participação no caso. O crime chocou a população do distrito, de 5.760 habitantes, localizado a 14 km da área urbana de Marília.

De acordo com a Polícia Civil, a família do menino Lorenzo Febrônio Nunes registrou um boletim de ocorrência no fim da tarde de domingo, depois que a criança saiu para brincar na rua e não voltou para casa. Como a vila é pequena e todos se conhecem, os familiares perguntaram da criança aos vizinhos e ouviram relatos de que ele caminhava pela rua com a garota de 14 anos. A Polícia Militar procurou imagens de câmeras de vigilância de estabelecimentos comerciais e identificou a adolescente andando junto com Lorenzo.

A Prefeitura de Marília divulgou nota de pesar pela morte do estudante de 5 anos. Foto: Prefeitura de Marília/Divulgacão

PUBLICIDADE

Aos policiais militares, ela contou que tinha se desentendido com o menino porque ele havia feito comentários sobre as roupas que ela usava e quis dar um susto nele. No início da madrugada desta segunda-feira, os policiais foram ao local indicado pela adolescente, uma área de pastagem à beira de uma estrada rural, e encontraram a criança já morta, com ferimentos na cabeça. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Marília.

A garota foi apreendida e, após ser apresentada ao plantão judicial, foi encaminhada para uma unidade da Fundação Casa. O adolescente de 13 anos, que teria se encontrado com a garota no mesmo período, foi ouvido e liberado, mas sua participação ainda é investigada, segundo a Polícia Civil. A investigação aguarda o laudo do IML para identificar a causa da morte.

O corpo de Lorenzo estava sendo velado nesta segunda-feira, 12, e o sepultamento seria realizado no Cemitério da Saudade, no próprio distrito.

A prefeitura de Marília emitiu nota manifestando “profundo pesar pela trágica morte do estudante Lorenzo Febrônio Nunes, de apenas cinco anos de idade, aluno da Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Amor Perfeito”. O prefeito Daniel Alonso (PSDB) enviou condolências à família. “Que Deus possa confortar a todos neste momento de profunda dor e tristeza”, disse.

A reportagem não conseguiu contato com a defesa da adolescente.

Publicidade

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.