Ônibus atropela e mata pedestre, bate em poste e capota em Guarulhos

Motorista teria perdido controle do veículo - um passageiro se feriu; no interior, acidente bloqueia ligação entre Sorocaba e Campinas

PUBLICIDADE

Foto do author José Maria Tomazela
Por Felipe Resk e José Maria Tomazela
Atualização:

SÃO PAULO E SOROCABA - Um pedestre morreu após ser atropelado por um ônibus que perdeu o controle, bateu em um poste e capotou na manhã desta quinta-feira, 29, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Um passageiro também ficou ferido.

O acidente aconteceu por volta das 6h20, na Estrada Presidente Juscelino Kubitscheck de Oliveira, na região dos Pimentas. Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros, o motorista teria perdido o controle da direção, atropelado um pedestre e colidido contra um poste. O veículo ainda capotou e caiu em uma pequena ribanceira. As causas do acidente estão sendo apuradas.

Um dos passageiros do ônibus sofreu ferimentos leves, mas precisou ser socorrido ao Hospital Geral de Guarulhos Foto: Felipe Cordeiro/Estadão

PUBLICIDADE

A vítima fatal ainda não foi identificada pelos bombeiros. Alexandre Fabrício da Silva, de 41 anos, um dos passageiros do coletivo, sofreu ferimentos leves, mas precisou ser socorrido ao Hospital Geral de Guarulhos. Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local para atender a ocorrência e prestar socorro às vítimas.

Interior. Um acidente entre dois caminhões e uma moto bloqueou uma das pistas da Rodovia Archimedes Lammoglia (SP-79), principal ligação entre Sorocaba e Campinas, por volta das 6 horas, em Itu. Um dos veículos tombou na pista. O outro caminhão levava um trator, que também caiu sobre a rodovia. Uma moto que vinha atrás também se envolveu no acidente.

Quatro pessoas tiveram ferimentos e duas delas foram levadas a um hospital de Itu, mas não estavam em situação de risco. O congestionamento prejudicou os motoristas que seguiam de Sorocaba para a região de Campinas e se estendeu até o acesso à Rodovia Castelo Branco. Por volta das 7 horas, a Polícia Rodoviária Estadual liberou uma faixa e o acostamento para dar vazão ao tráfego.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.