Quer se sentir um turista na própria cidade? Tours revelam novos cantos da Av. Paulista; veja vídeo

Passeios guiados percorrem lugares inusitados e pouco conhecidos até mesmo por quem morou aqui a vida inteira

PUBLICIDADE

Por Gonçalo Junior
Atualização:
6 min de leitura

Aquele olhar arregalado de descoberta e celular na mão para a selfie. Passeios e visitas guiadas pela região da Avenida Paulista têm deixado alguns paulistanos feito turistas em sua própria cidade.

Foram essas as reações de vários participantes do tour guiado #APaulistaéTop na manhã de domingo, 21, promovido pelo Top Center Shopping. O passeio gratuito de quase duas horas tem como ponto alto uma visita ao topo do prédio de 18 andares localizado no coração da avenida há mais de 40 anos.

Lá de cima, no heliponto ao lado da torre de transmissão da TV Gazeta, é possível ter uma visão panorâmica do cartão-postal e também de grande parte da metrópole.

Heliponto do Top Center, ao lado da torre de transmissão da TV Gazeta, oferece visão panorâmica da Paulista e de parte da metrópole Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Entre uma foto e outra, Ângela Macedo, de 68 anos, diz que a sensação é maravilhosa. “A gente consegue ter uma visão de 360º de São Paulo. Me senti nas alturas...”, afirma a aposentada.

São novos ângulos até para quem tem sua própria história de vida entrelaçada com a da cidade, como a fotógrafa Thais Taverna, neta do empresário Walter Taverna, um dos responsáveis pelo Bolo do Bixiga, tradição do aniversário da capital.

Continua após a publicidade

Thais, de 41 anos, mora na Bela Vista, a duas quadras da Paulista, e nasceu no Hospital Santa Catarina, uma das paradas no tour.

“Adoro fazer esses passeios guiados na minha própria cidade e no meu bairro, pois sempre aprendo coisas novas. E a cidade de São Paulo tem camadas de histórias sem fim”, diz ela, que retoma a festa com o tradicional doce após pausa de quatro anos por causa da pandemia e da morte do avô.

Já a assistente social Célia Maria Buzatto, de 63 anos, ficou surpresa ao saber que o Top Center havia sido um cinema. Também se surpreendeu com o pioneirismo daquele local de pouso de helicópteros.

De acordo com o guia Rafa Gushiken, o Edifício Top Center, inaugurado em 1975, foi um dos primeiros da cidade com sistema de segurança e heliponto. A informação também consta na exposição cronológica da história da Paulista, na Casa das Rosas, que reabriu em outubro após restauro.

Casa das Rosas foi reaberta em outubro de 2023 após restauro e está na lista de atrações da avenida Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

As amigas Ângela e Célia fizeram o passeio ao lado de Heloisa Braga e Luzia Lunka. As quatro formam o grupo “As Garotas do Rolê”. Elas se conheceram pelo Facebook em 2016 e decidiram fazer vários passeios juntas.

Depois do tour pela Paulista, o grupo foi conhecer a mostra Tutankamon, Uma Experiência Imersiva, que usa realidade virtual para levar o público ao Egito Antigo. A exposição está em cartaz no Shopping Cidade São Paulo.

Continua após a publicidade

Heloisa e Célia saíram de Tucuruvi e Pirituba, na zona norte, para encontrar Ângela (de Santo Amaro, na zona sul) e Luzia, do Alto da Lapa (na zona oeste). Assim como para centenas de milhares de paulistanos, a via é o ponto de encontro.

O passeio pela avenida também passa pelo centro cultural Japan House, os jardins e a capela do Hospital Santa Catarina e o Instituto Pasteur, entre outras atrações. O tour, realizado desde abril de 2022, já teve cerca de 1,4 mil participantes. Também há opções de passeio de bike.

Jardins e capela do Hospital Santa Catarina fazem parte do tour pela Paulista Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Rhuann Destro, gerente de comunicação e marketing da Gazit Brasil, administradora do shopping, afirma que o principal objetivo do tour é mostrar que as funções daquele espaço vão além de um centro de compras. A ideia, afirma, é promover também cultura, arte e entretenimento.

Tours do Sesc

Os passeios promovidos pelo Sesc Paulista, que integram o projeto Uma Paulista, Diferentes Vistas, já atendeu 598 visitantes desde maio de 2022. O ponto de partida é a visita ao mirante da unidade, parada obrigatória em todos os roteiros.

Os passeios dividem-se em quatro eixos programáticos (Artes e Instituições Culturais; Patrimônio Histórico e Cultural; Paisagem e Natureza; e Diversidade e Acessibilidade), com temas que incluam diferentes grupos sociais e sejam pertinentes ao direito à cidadania.

Continua após a publicidade

Conduzido e elaborado por educadores com experiência em educação não formal e por guias, tem como objetivo realizar um laboratório entre o turismo social e a mediação educativa. Os circuitos duram até 4 horas, com caminhada e uso de transporte público (metrô).

Os últimos passeios desta temporada acontecem nas próximas semanas, mas já estão com as inscrições esgotadas. A previsão do Sesc é de que o projeto retorne em maio ou junho.

Top Center Paulista

Walking Tour #APaulistaéTop

Quando: primeiro e terceiro domingo do mês

Horário: das 9h às 11h30

Quanto: gratuito

Continua após a publicidade

Inscrições: aplicativo do Top Center Shopping

Bike Tour

Quando: todos domingos

Horário: 9h, 10h30, 12h e 13h30

Quanto: gratuito, mas pede-se que os participantes levem 2 kg de alimento não perecíveis, que serão destinados à ONG NABEM

Inscrições: site do Bike

Tour Sesc Paulista

Continua após a publicidade

A Paisagem Como Fato Social: Patrimônio, Direito e Memória

Duração: 4 horas

Quando: domingo, das 10h às 14h

Inscrições: vagas limitadas – lista de espera disponível

Programações com recursos de acessibilidade: www.sescsp.org.br

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.