PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Extra: leitora cobra estorno por produto devolvido

Segundo a rede varejista, o caso da consumidora foi resolvido pela empresa

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura

Cláudia Balieiro de Moraes reclama que comprou um produto em uma loja do Extra. No mesmo dia, ela retornou para devolver a mercadoria, que não atendeu suas expectativas. Ela cobra o estorno pelo valor pago.

PUBLICIDADE

Reclamação de Cláudia Balieiro de Moraes: “Eu gostaria de pedir uma ajuda do jornal para conseguir receber o estorno por um produto que não me atendeu e fiz a devolução dentro do prazo permitido pelo Extra. Eu comprei um forno portátil da marca Britânia em uma loja do supermercado Extra. No mesmo dia, eu fiz a devolução do aparelho, pois o mesmo não atendeu às minhas expectativas. No ato da devolução, a loja me forneceu uma folha com o título ‘cancelamento de transação com cartão de crédito’, escrito à mão e fui informada que deveria aguardar o estorno dos valores pelo prazo de 15 dias. Informo que nada foi creditado em meu cartão, sendo que já se passaram 47 dias da compra. Já retornei à loja para reclamar pessoalmente e nada foi resolvido. Por esse motivo estou recorrendo a essa coluna do jornal Estado de São Paulo, o qual sou assinante há mais de 20 anos. Agradeço imensamente se o jornal puder verificar com o Extra o motivo da demora em solucionar o meu caso, algo tão simples, relacionado com o estorno no meu cartão de crédito.”

Resposta do Extra: “O caso da cliente foi resolvido pela empresa.”

Em contato posteriormente com o blog, a consumidora disse que o Extra devolveu o valor pago no seu cartão de crédito. Caso a leitora precise novamente de auxílio, pode voltar a entrar em contato.

Leitora cobra estorno por produto devolvido. Foto ilustrativa. Foto: Adobe Stock

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.