PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Tiquatira: leitor questiona demora na finalização de obras na região

Segundo a prefeitura, a previsão é que as obras sejam concluídas no 1º semestre do próximo ano

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura

Fernando Santos reclama sobre a demora na conclusão de obras de recuperação que estão sendo realizadas na Ponte Domingos Franciulli Netto, situação que impacta em bloqueios na Avenida Governador Carvalho Pinto, conhecida como Tiquatira, na zona leste de São Paulo.

Reclamação de Fernando Santos: “Já faz vários meses, após um incêndio que atingiu uma comunidade na região, que a Avenida Governador Carvalho Pinto, conhecida como Tiquatira, na zona leste de São Paulo, ainda fica interditada em determinados períodos para obras. Mas até quando? Reforço que o trânsito fica totalmente caótico nos desvios.”

Leitor questiona demora na finalização de obras na região da Tiquatira, na zona leste de São Paulo. Foto ilustrativa. Foto: Adobe Stock

PUBLICIDADE

Resposta da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB): “A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) está trabalhando nos serviços de recuperação estrutural da Ponte Domingos Franciulli Netto, localizada na Avenida General Milton Tavares de Souza, junto à Comunidade Tiquatira, após o viário ter sido atingido por um incêndio na madrugada do dia 27 abril do ano passado. Das 6 horas às 22 horas, o tráfego sobre a estrutura está liberado somente para veículos leves. No período das 22 horas às 6 hpras, a via é totalmente interditada para a execução dos trabalhos. Estão sendo realizadas as recuperações da laje inferior, juntas de dilatação, aparelhos de apoio, ferragens e revestimento. A previsão é que as obras sejam concluídas no 1º semestre do próximo ano.”

Sobre a resposta da prefeitura, o leitor disse que vai continuar acompanhando e espera que o prazo seja cumprido.

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.