PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Vivo: leitora reclama de dificuldade enfrentada por causa de telefone fixo mudo

Empresa disse que, após ajustes técnicos, o serviço da cliente voltou a apresentar falhas, desta forma foi aberto um novo chamado para tratativa técnica

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura

Marilda Tieko se queixa que sua linha telefônica está com defeito. Ela tentou, mas não conseguiu atendimento pelos canais da Vivo para resolver o problema.

Reclamação de Marilda Tieko: “Meu telefone está mudo e já não sei mais o que fazer. Tentei acionar a Vivo pelos canais de atendimento, mas sem sucesso. Ligo para a Vivo, mas só fica na musiquinha e depois cai a ligação. Gostaria de auxílio para resolver o problema o quanto antes, pois dependo do telefone fixo para receber ligações de consultas e exames.”

Leitora enfrenta dificuldade para falar em canais de atendimento de empresa de telefonia para relatar queixa. Foto ilustrativa. Foto: Adobe Stock

PUBLICIDADE

Resposta da Vivo: “A Vivo informa que, após ajustes técnicos, o serviço da Sra. Marilda voltou a apresentar falhas, dessa forma atribuímos um novo chamado para tratativa técnica. Em contato com a cliente, a mesma está ciente das tratativas realizadas. A Vivo tem como estratégia ter o cliente no centro de suas decisões, mesclando metodologias e promovendo a melhor experiência do cliente com ações “de fora para dentro da empresa”. Com um programa de digitalização envolvendo diversas áreas, a empresa tem como objetivo potencializar a experiência no ciclo de vida do cliente, adaptar às suas novas expectativas e antecipar suas necessidades a partir da criação de uma proposta de valor digital, da automatização de processos e da transformação de redes e sistema. Além disso, tem investido fortemente em canais eletrônicos e oferece aos clientes o app Vivo, um grande hub para que o cliente solicite demandas comerciais e de atendimento de forma simples e rápida. Em redes sociais, a Vivo mantém um bot no Messenger no Facebook, que permite que a Aura (sua inteligência artificial) atenda aos clientes. A companhia também conversa com seus consumidores por meio de seu site, da central telefônica 10315 (fixa) e *8486 (móvel), e das lojas físicas e do SMS.”

Posteriormente, em contato com o Estadão, a leitora informou que o telefone voltou a funcionar normalmente, após visita novamente de técnicos da empresa ao imóvel dela.

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.