Com qual idade a criança deve começar a falar? Essa e outras respostas estão em nova cartilha

Sociedade Brasileira de Pediatria lança manual sobre marcos de desenvolvimento para acabar com os mitos em torno do assunto e facilitar a identificação de atrasos

PUBLICIDADE

Foto do author Lara Castelo
Por Lara Castelo
Atualização:

Há muitas dúvidas sobre as etapas de desenvolvimento infantil. Com qual idade a criança deve começar a falar? E andar? E bater palmas? Por mais que cada criança seja única, há marcos que são esperados de acordo com cada faixa etária. Os cuidadores, portanto, precisam observar de perto os sinais de desenvolvimento dos pequenos para detectar e remediar dificuldades motoras, cognitivas ou linguísticas o quanto antes.

PUBLICIDADE

Pensando em ajudar nessa missão, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em conjunto com a Sociedade Paraibana de Pediatria (SPP), lançou na segunda-feira, 26, uma cartilha elencando os principais marcos do desenvolvimento infantil dos 2 meses aos 5 anos. O documento foi feito pelo Centers of Disease Control and Prevention (CDC, órgão dos Estados Unidos que trabalha na proteção da saúde e prevenção de doenças) e traduzido por pediatras brasileiros.

Para o pediatra Flávio Melo, membro do Departamento Científico de Pediatria Ambulatorial da SPP, uma das principais funções da cartilha é servir como fonte de informações confiáveis sobre o tema. “Há muitos mitos envolvendo as fases de desenvolvimento infantil. Por isso, oferecer um conteúdo como esse, feito a partir de evidências científicas atualizadas, é essencial”, pontua.

Os cuidadores devem ficar de olho nas etapas de desenvolvimento dos pequenos. Assim, poderão detectar e remediar dificuldades motoras, cognitivas ou linguísticas o quanto antes Foto: Drazen Zigic/Freepik

Caso os cuidadores percebam que a criança não atingiu um dos marcos da cartilha, é importante buscar um médico, seja de família ou o pediatra. “A cartilha funciona como uma espécie de triagem geral. A partir dela, podem ser descobertas questões específicas que exigem atenção e cuidados próprios”, explica.

Além disso, o documento dá dicas de atividades simples que os familiares podem fazer para ajudar no desenvolvimento das crianças de acordo com a sua faixa etária. Um exemplo, é conversar, cantar e ler para o bebê.

Confira, a seguir, os principais marcos de desenvolvimento por faixa etária elencados na cartilha. Para acessar o conteúdo completo, clique qui.

Aos 2 meses, é esperado que o bebê já olhe para o seu rosto. Foto: cherylholt/Pixabay

Aos 2 meses

Marcos sociais e emocionais:

Publicidade

  • Acalma-se ao conversar ou pegá-lo no colo;
  • Olha para seu rosto;
  • Parece feliz em vê-lo quando você anda até ele;
  • Sorri quando você fala ou sorri para ele.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Emite outros sons diferentes de chorar;
  • Reage a sons altos.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

PUBLICIDADE

  • Te observa enquanto você se move;
  • Olha para um brinquedo por vários segundos.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Mantém a cabeça erguida quando está de bruços;
  • Move os dois braços e as duas pernas;
  • Abre as mãos brevemente.

Publicidade

Aos 4 meses, é esperado que o bebê coloque a mão na boca.  

Aos 4 meses

Marcos sociais e emocionais

  • Sorri sozinho para chamar sua atenção;
  • Ri (ainda não uma risada completa) quando você tenta fazê-lo rir;
  • Olha para você, se move ou faz sons para obter ou manter sua atenção.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Faz sons quando você fala com ele;
  • Faz sons como “oooo”, “aahh”;
  • Vira a cabeça para o som de sua voz.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas);

  • Se estiver com fome, abre a boca quando vê a mama ou a mamadeira;
  • Olha para suas mãos com interesse.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Mantém a cabeça firme sem apoio quando você está segurando-o;
  • Segura um brinquedo quando você coloca na mão dele;
  • Usa os braços para balançar brinquedos;
  • Traz as mãos para a boca;
  • Empurra o tronco para cima apoiado nos cotovelos/antebraços quando deitado de barriga para baixo.
Aos 6 meses, os bebês já dão risadas. Foto: rigg/Adobe Stock

Aos 6 meses

Marcos sociais e emocionais

  • Reconhece pessoas familiares;
  • Gosta de se olhar no espelho;
  • Dá risadas;

Marcos de linguagem e comunicação

  • Se reveza fazendo sons com você;
  • Sopra “saliva” coloca a língua para fora e sopra;
  • Faz barulhos agudos como “gritinhos”;

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Coloca coisas na boca dele para explorá-las;
  • Alcança para pegar um brinquedo que ele quer;
  • Fecha os lábios para mostrar que não quer mais comida;

Publicidade

Marcos de movimento e desenvolvimento Físico

  • Vira de supino para prono (de barriga para cima para barriga para baixo);
  • Empurra o seu corpo com braços esticados quando deitado em prono (barriga para baixo);
  • Apoia-se nas mãos para se sustentar quando sentado;
Aos 9 meses, o bebê já mostra várias expressões faciais, como feliz, triste, irritado e surpreso. Foto: Prostock-studio/Adobe Stock

Aos 9 meses

Marcos sociais e emocionais

  • É tímido, pegajoso ou temeroso perto de estranhos;
  • Mostra várias expressões faciais, como feliz, triste, irritado e surpreso;
  • Olha quando você o chama pelo nome;
  • Reage quando você sai (olha, estende a mão para você ou chora);
  • Sorri ou ri quando você joga “escondeu-achou”;

Marcos de linguagem e comunicação

  • Faz sons diferentes como “mamamama” e “babababa”;
  • Levanta os braços para ser pego;

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

Publicidade

  • Procura objetos quando jogados fora de vista (como sua colher ou brinquedo);
  • Bate duas coisas juntos;

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Chega a uma posição sentada sozinho;
  • Move as coisas de uma mão para a outra;
  • Usa os dedos para “angariar” comida para si mesmo;
  • Senta-se sem suporte;
Aos 12 meses, a criança já é sua parceira de jogos. Foto: Olesia Bilkei/Adobe Stock

Aos 12 meses

Marcos sociais e emocionais

  • Joga com você, como parceiro de jogo.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Acena “adeus”, “tchau”;
  • Chama “mamã” ou “papá” ou outro nome especial;
  • Entende “não” (faz uma pausa breve ou pára quando você diz isso).

Publicidade

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Coloca algo em um recipiente, como um bloco em um copo;
  • Procura coisas que ele vê você esconder, como um brinquedo debaixo de um cobertor;

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Puxa para cima para ficar em pé;
  • Caminha, segurando nos móveis;
  • Bebe de um copo sem tampa, enquanto você o segura;
  • Pega as coisas entre o polegar e o indicador, como pequenos pedaços de comida.
Aos 15 meses, a criança já mostra afeto com abraços e beijos. Foto: fizkes/Adobe Stock

Aos 15 meses

Marcos sociais e emocionais

  • Imita outras crianças enquanto brinca, como tirar brinquedos de um recipiente quando outra criança o faz;
  • Mostra-lhe um objeto que ele gosta;
  • Bate palmas quando animado;
  • Abraça a boneca de pelúcia ou outro brinquedo;
  • Mostra afeto (abraços ou beijos);

Marcos de linguagem e comunicação

Publicidade

  • Tenta dizer uma ou duas palavras além de “mama” ou “dada”, como “bo” para bola ou “auau” para cachorro;
  • Olha para um objeto familiar quando você o nomeia;
  • Segue instruções dadas com um gesto e palavras. Por exemplo, ele te dá um brinquedo quando você estende a mão e diz: “Dê-me o brinquedo.”
  • Aponta para pedir algo ou para obter ajuda.

Marcos cognitivos (aprendizado, afinamento, resolução de problemas)

  • Tenta usar as coisas da maneira correta, como um telefone, copo ou livro;
  • Empilha pelo menos dois pequenos objetos, como blocos.

Marcos de movimento e desenvolvimento Físico

  • Dá alguns passos por conta própria;
  • Usa os dedos para se alimentar com um pouco de comida.
Aos 18 meses, a criança já faz rabiscos. Foto: kristall/Adobe Stock

Aos 18 meses

Marcos sociais e emocionais

  • Afasta-se de você, mas procura ter certeza de que você está por perto;
  • Aponta para mostrar algo interessante;
  • Estende as mãos para você lavá-las;
  • Olha para algumas páginas em um livro com você;
  • Ajuda você a vesti-lo empurrando o braço através da manga ou levantando o pé.

Publicidade

Marcos de linguagem e comunicação

  • Tenta dizer três ou mais palavras além de “mamãe” ou “papá”;
  • Segue instruções sem gestos, como dar-lhe o brinquedo quando você diz, “Dê-me”.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Copia você fazendo tarefas, como varrer com uma vassoura;
  • Brinca com brinquedos de uma maneira simples, como empurrar um carro de brinquedo.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Caminha sem se segurar em ninguém ou em nada;
  • Rabisca;
  • Bebe em um copo sem tampa e pode derramar às vezes;
  • Alimenta-se com os dedos;
  • Tenta usar uma colher;
  • Sobe dentro e fora de um sofá ou cadeira sem ajuda.
Aos 2 anos, a criança já brinca com mais de um brinquedo ao mesmo tempo. Foto: chachamp/Adobe Stock

Aos 2 anos

Marcos sociais e emocionais

Publicidade

  • Nota quando os outros estão magoados ou chateados, como parar ou parecer triste quando alguém está chorando;
  • Olha para o seu rosto para ver como reagir em uma nova situação.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Aponta para as coisas em um livro quando você pergunta, como “Onde está o urso?”;
  • Diz pelo menos duas palavras juntas, como “mais mamar”;
  • Aponta para pelo menos duas partes do corpo quando você pede a ele para mostrar-lhe;
  • Usa mais gestos do que apenas acenar e apontar, como mandar um beijo ou acenar sim com a cabeça.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Segura algo em uma mão enquanto usa a outra mão; por exemplo, segurando um recipiente e tirando a tampa;
  • Tenta usar interruptores, botões ou botões em um brinquedo;
  • Brinca com mais de um brinquedo ao mesmo tempo, como colocar comida de brinquedo em um prato de brinquedo.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Chuta uma bola;
  • Corre;
  • Sobe (não escala) até algumas escadas com ou sem ajuda;
  • Come com uma colher.

Aos 30 meses

Marcos sociais e emocionais

  • Brinca ao lado de outras crianças e às vezes brinca com elas;
  • Mostra o que ela pode fazer dizendo: “Olhe para mim!”;
  • Segue rotinas simples quando solicitado, como ajudar a pegar brinquedos quando você diz: “É hora de guardar”.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Fala cerca de 50 palavras;
  • Diz duas ou mais palavras, com uma palavra de ação, como “Corre cachorro!”;
  • Nomeia coisas em um livro quando você aponta e pergunta: “O que é isso?”;
  • Diz palavras como “eu”, “você” ou “nós”

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Usa coisas para fingir, como alimentar uma boneca com um bloco como se fosse comida;
  • Mostra habilidades simples de resolução de problemas, como ficar em pé em um banquinho para alcançar algo;
  • Segue instruções de duas etapas como “Coloque o brinquedo no chão e feche a porta.”;
  • Mostra que ele sabe pelo menos uma cor, como apontar para um lápis vermelho quando você pergunta: “Qual é vermelho?”.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Usa as mãos para torcer coisas, como virar maçanetas ou abrir tampas;
  • Tira algumas roupas sozinho, como calças soltas ou uma jaqueta aberta;
  • Pula do chão com os dois pés;
  • Vira páginas de livros, uma de cada vez, quando você lê para ela.

Aos 3 anos

Marcos sociais e emocionais

  • Acalma-se dentro de 10 minutos depois de deixá-lo entregue na creche;
  • Observa outras crianças e se junta a elas para brincar.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Conversa com você usando pelo menos duas trocas de turno;
  • Pergunta “quem”, “o quê”, “onde” ou “por quê”, como “Onde está a mamãe/papai?”
  • Diz que ação está acontecendo em uma imagem ou livro quando perguntado, como “correr”, “comer” ou “jogar”;
  • Diz o primeiro nome, quando perguntado;
  • Fala bem o suficiente para que os outros entendam, na maioria das vezes.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Desenha um círculo, quando você mostra a ele como;
  • Evita tocar objetos quentes, como um fogão, quando você o avisa.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Alinhava ítens juntos, como contas grandes ou macarrões;
  • Veste algumas roupas sozinho, como calças soltas ou uma jaqueta;
  • Usa um garfo.
Aos 4 anos, a criança já finge ser um personagem ao brincar. Foto: yuryimaging/Adobe Stock

Aos 4 anos

Marcos sociais e emocionais

  • Finge ser um personagem ao brincar (professor, superherói, cachorro);
  • Pede para brincar com crianças se ninguém estiver por perto, como “Posso brincar com Alex?”;
  • Conforta os outros que estão feridos ou tristes, como abraçar um amigo chorando;
  • Evita o perigo, como não pular de alturas altas no playgroundo;
  • Gosta de ser um “ajudante”;
  • Muda o comportamento baseado em onde ele está (local de culto, biblioteca, playground).

Marcos de linguagem e comunicação

  • Diz frases com quatro ou mais palavras;
  • Diz algumas palavras de uma canção, história ou rima infantil;
  • Fala sobre pelo menos uma coisa que aconteceu durante o seu dia, como “Eu joguei futebol”.
  • Responde perguntas simples como “Para que é um casaco?” ou “Para que é um lápis?”.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Nomeia algumas cores de objetos;
  • Conta o que vem a seguir em uma história bem conhecida;
  • Desenha uma pessoa com três ou mais partes do corpo.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Pega uma bola grande na maior parte do tempo;
  • Serve a si mesmo comida ou água, com supervisão de adultos;
  • Desabotoa alguns botões;
  • Segura lápis ou lápis entre os dedos e o polegar (não no punho).

Aos 5 anos

Marcos sociais e emocionais

  • Segue regras ou se reveza ao brincar com outras crianças;
  • Canta, dança ou atua para você;
  • Faz tarefas simples em casa, como combinar meias ou limpar a mesa depois de comer.

Marcos de linguagem e comunicação

  • Conta uma história que ouviu ou inventou com pelo menos dois eventos. Por exemplo, um gato ficou preso em uma árvore e um bombeiro o salvou;
  • Responde perguntas simples sobre um livro ou história depois de lê-lo ou contá-lo a ele;
  • Mantém uma conversa com mais de três trocas de ideias/turnos;
  • Usa ou reconhece rimas simples.

Marcos cognitivos (aprender, pensar, resolver problemas)

  • Conta até 10;
  • Nomeia alguns números entre 1 e 5 quando você aponta para eles;
  • Usa palavras sobre o tempo, como “ontem”, “amanhã”, “manhã” ou “noite”;
  • Presta atenção durante 5 a 10 minutos durante as atividades. Por exemplo, durante o tempo da história ou fazendo artes e artesanato (o tempo de tela não conta);
  • Escreve algumas letras do seu nome;
  • Nomeia algumas letras quando você aponta para elas.

Marcos de movimento e desenvolvimento físico

  • Abotoa alguns botões;
  • Pula em um pé.
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.