PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Turismo de luxo, hotelaria e novas tendências do mercado de viagens e turismo

B Hotel quer se tornar destino gastronômico em Brasília

Por Mari Campos
Atualização:

Erguido em pleno Eixo Monumental e com belo design de Isay Weinfeld, o B Hotel quer se tornar destino gastronômico em Brasilia. E, para isso, acaba de renovar toda sua oferta em bares e restaurantes, focando em atrair simultaneamente hóspedes, visitantes e moradores da capital brasileira.

PUBLICIDADE

ACOMPANHE A MARI CAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

O chef Lênin Palhano (ex-Nomaa, em Curitiba/PR) comanda a reformulação da gastronomia do hotel, após um longo trabalho de quatro meses de pesquisas e experimentações que culminam agora em novos menus e propostas para os restaurantes e bares do hotel.

Palhano propõe uma cozinha essencialmente brasileira, agregando a seus pratos técnicas internacionais e alguns ingredientes locais do Cerrado, como castanha de Barú, bertalha, caja manga, seriguela e pequi.

A ideia principal da nova fase da gastronomia do B Hotel é valorizar os sabores brasileiros. "Sabor é o principal na minha cozinha. Hoje em dia há uma preocupação muito grande com a estética dos pratos; mas a minha preocupação sempre será muito maior com o sabor", diz o chef.

Publicidade

LEIA TAMBÉM: NOR Hotel & Spa abre as portas em São Roque, SP

.

Bar16, B Hotel Brasilia. Foto: Mari Campos

.

Uma nova fase para a gastronomia do B Hotel em Brasília

Lênin afirma buscar a combinação perfeita entre as influências culturais e os sabores brasileiros nos menus desenvolvidos para o B Hotel. E completa: "São os ingredientes nativos e produtos locais os principais fatores que transformam a comida em algo afetivo, criativo e saboroso".

Para o almoço, o restaurante Térreo ganhou buffet de saladas (R$110,00 por pessoa) e opções à la carte que serão modificadas quinzenalmente, buscando trazer novidades ao cardápio com mais frequência.

CONFIRA AQUI mais detalhes, disponibilidade e valores do B Hotel Brasília.

Publicidade

Chef Lênin Palhano em ação no B Hotel Brasilia. Foto: Mari Campos

PUBLICIDADE

No jantar, tudo é à la carte, todos os dias, e com cardápio fixo. O novo menu inclui boas surpresas, como a peculiar linguiça de porco e camarão feita ali mesmo. Valem destaque também o polvo na brasa com gremolata de pimenta de cheiro e tartar de abóbora e o delicioso tortelloni de queijo da Serra do Bálsamo, com um mix de texturas e sabores surpreendente. Os pratos principais valem em média R$160.

O Bar16, no belo rooftop do hotel, com vista panorâmica para a cidade, também ganhou novo menu do chef, incluindo o tartar de vieiras e o "porquinho na couve", que já estão fazendo bastante sucesso (valor médio de R$65).

O impecável tortelloni do novo menu do restaurante Térreo do B Hotel Brasilia. Foto: Mari Campos

Nas sobremesas de ambos restaurantes, opções clássicas ganham mais bossa com ingredientes inusitados, como sorvete de tapioca e baunilha do cerrado. Mas vale apostar sem medo nas criações autorais do chef, como o delicioso "Morango" (R$45), servido num prato fundo que mistura com esmero a fruta com saque, manjericão, espuma de chocolate branco tostado e nuts de amendoas e gergelim.

LEIA TAMBÉM: Villa Langma é nova opção de hospedagem em Campos do Jordão

.

Lobby Bar, B Hotel Brasilia. Foto: Mari Campos

.

Foco também nos bons drinks

Publicidade

Os bons drinks não ficam de fora desta nova fase da gastronomia no B Hotel em Brasília. O Lobby Bar, logo ao lado do restaurante Térreo, propõe uma carta de drinks especiais devidamente harmonizada com shows de jazz ao vivo em alguns dias da semana.

Já o Bar 16, no rooftop, diante da bela piscina ladeada por cobogós, embala seus coquetéis com um calendário de mini festivais e apresentações de DJs. Aberto diariamente , é o local ideal para acompanhar de camarote o belo por do sol de Brasília.

Novo menu também para os drinks no B Hotel Brasilia. Foto: Mari Campos

Nas opções autorais da nova carta, vale destacar o curioso Pomar, que combina uva e pepino com vodca de pêra, licor de edelweiss, uva e suco de limão tahiti; e o delicado Clarificado, que leva gin com caju, mel, limão e abacaxi - e é curiosamente clarificado com leite (valor médio R$45).

Se a ideia do belo hotel projetado por Isay Weinfeld é conquistar hóspedes e visitantes pelo estômago, Lênin Palhano e sua equipe estão definitivamente colaborando para colocá-lo no caminho certo.

ACOMPANHE A MARI CAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

Publicidade

CONFIRA AQUI mais detalhes, disponibilidade e valores do B Hotel Brasília

.

.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.