Conheça os 10 botecos com a cara de São Paulo e entenda por que beleza não é tudo

Que tal uma risole de rabada, uma rã à milanesa ou quem sabe um bolinho de carne de tutano...

PUBLICIDADE

Foto do author Gilberto Amendola
Por Gilberto Amendola
Atualização:

Quando alguém pergunta se São Paulo é uma cidade bonita, a resposta nunca vem de bate-pronto. São Paulo é... Bom, São Paulo tem personalidade, é intensa, moderadamente exótica... Bonita? Hum...

PUBLICIDADE

Não à toa, os botecos que mais traduzem o espírito da cidade seguem a mesma linha. Não necessariamente são lugares vistosos ou arrumadinhos, mas são deliciosamente (e ao mesmo tempo) caóticos e eficazes, desconfortáveis e acolhedores, diferentões e conservadores...

Selecionamos 10 estabelecimentos que são nossa melhor tradução. Casas para petiscar uma rã à milanesa, um bolinho de carne com tutano, um risole de rabada, tomar um caju amigo, uma batidinha de maracujá...

Top 10 : Botecos com a cara de São Paulo

Luiz Nozoie

Luiz Nozoie fundou o bar em 1962 Foto: Taba Benedicto/Estadão

Aberto em 1962 por Luiz Nozoie, o lugar era para ser uma modesta sorveteria. Felizmente, a vocação falou mais alto. Hoje, os petiscos ficam expostos em tigelas de vidro sobre o balcão clássico. As sardinhas enroladas em cebola e pimenta são incríveis. A dica é chegar um pouco antes do meio-dia para conseguir um lugarzinho.

Av. do Cursino, 1210 - Bosque da Saúde

Bar do Luiz Fernandes

Luiz Fernandes, Idalina e Luiz Eduardo Fernandes, no bar do Mandaqui Foto: Marcia Alves/Estadão

Os melhores bolinhos de carne da cidade. Aliás, existem bolinhos de todos os tipos. Ano passado a casa lançou o Bolinho do Príncipe - que mistura batata doce com costelinha de porco. Tipo do lugar para passar o dia inteiro. Preços justos.

R. Augusto Tolle, 610 - Mandaqui

Publicidade

A Juriti

Bolinho apimentado de bacalhau da Juruti Foto: Monica Zarattini/Estadão

O boteco existe desde 1957. Em seu balcão, mais de 30 petiscos diferentes. Agora, quem visita a Juriti precisa experimentar a rã à milanesa e a porção politicamente incorreta Joana D’Arc (Trata-se de uma linguiça flambada no álcool). Super raiz. Sem hype. Super honesto.

R. Amarante, 31 - Cambuci

Moela

O restaurante e bar Moela, na Santa Cecília Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Responsável pela volta dos botecos, o Moela não é só hype. De fato, as casas (são duas unidades) oferecem os melhores petiscos da cidade. Tem um croquete de costela com mandioquinha que é obrigatório. Ah, o bolinho de carne com tutano também é. Aliás, o... Bom, melhor você mesmo conferir.

Rua Canuto do Val, 136 - Santa Cecília

Rua Cardeal Arcoverde, 2320 - Pinheiros

Bagaceira

Batida de coco e de café, do Bagaceira Foto: Tales Hidequi

Dos mesmos donos do Koya (bar de coquetelaria com pegada oriental), o Bagaceira tem cara de bar de bairro, clima de bar de bairro e o melhor caju amigo da cidade. Olho também na batida de café e no bacon. Clima festivo todos os sábados.

Rua Frederico Abranches, 197 - Santa Cecília

Publicidade

De Primeira

Risole de rabada no Botequim de Primeira Foto: Instagram/@deprimeira.botequim

Boteco um pouco mais arrumado com achados gastronômicos como um risole de rabada. Também rola um excelente (e clássico) sanduíche de carne de panela. Nos dias da semana, o PF tem preços justos.

Rua Aspicuelta, 271

Esquina do Souza

Baião de Dois e caipirinha feita com pitaya e abacaxi Foto: Instagram/@esquinadosouza

Pensou em caipirinha, pensou no Souza. O bartender abriu sua ‘casa própria’ há 5 anos. Por lá, sem nenhum medo de errar, você vai encontrar as melhores caipirinhas de SP. As coxinhas também não fazem feio. Só vai...

Rua Coronel Melo de Oliveira, 1066 - Pompeia

Adega Santo Antonio

A Adega Santo Antonio, na Pompeia Foto: Felipe Rau/Estadão

Talvez um dos estabelecimentos mais ‘raiz’ desta lista. Atenção para o balcão e a decoração (uma mercearia). Para tomar uma cerveja gelada, petiscar sem compromisso. Às vezes, rola um som diferente, umas festinhas. Um clássico da Pompeia.

R. Dr. Miranda de Azevedo, 698 - Pompeia

Frangó

Cozinha do Frangó é um clássico paulistano Foto: Valeria Gonçalves/Estadão

Uma verdadeira instituição na cidade. Vai no franguinho grelhado na brasa e nas boas cervejas da casa. Sim, não se esqueça da coxinha. Um boteco com alma. Desde 1987, uma parada obrigatória na Freguesia do Ó.

Publicidade

Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 168 - Freguesia do Ó

Bar das Batidas

O Bar das Batidas é mais conhecido como C...do Padre Foto: Inbstagram/@ ocdopadre

O Bar das Batidas é muito mais conhecido pelo seu nome fantasia. Sim, trata-se do famoso C...do Padre. A provocação com a igreja vizinha (ele fica atrás da igreja Nossa Senhora de Montserrat) é um clássico de São Paulo. Tem batida de todos os jeitos que você imaginar. Com mais de 65 anos, a casa ainda resiste com seus clientes fiéis.

R. Padre Carvalho, 799 - Pinheiros

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.