EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Cultura, comportamento, noite e gente em São Paulo

Ex-procurador-geral entrará às 14h com pedido de impeachment de Gilmar

PUBLICIDADE

Por Sonia Racy
Atualização:

GILMAR MENDES. FOTO: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL  

Mais um capítulo instalado na guerra entre os poderes.

PUBLICIDADE

Um grupo de juristas informa que vai entrar nesta quarta-feira às 14h com um pedido de impeachment contra Gilmar Mendes. O pedido, elaborado pelo ex-PGR Claudio Fonteles (indicado por Lula) e pelo professor titular de direito da UnB Marcelo Neves, será levado ao Senado.

O mesmo grupo entra também com uma representação disciplinar contra o ministro no STF e com uma notitia criminis - a comunicação de que houve um crime - na PGR. E darão uma entrevista coletiva no Senado para falar das ações.

Entre seus motivos, o grupo cita a atuação de Gilmar em processos em que supostamente estaria impedido. Listam nessa categoria o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE, assim como causas defendidas pelo escritório onde sua mulher trabalha. O grupo também levanta supostas relações que o ministro teria com Joesley Batista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.