EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Cultura, comportamento, noite e gente em São Paulo

Restaurantes de São Paulo liderados por mulheres participam de campanha por direitos

Casas comandadas por mulheres se unem ao Fundo Brasil de Direitos Humanos em março

PUBLICIDADE

Foto do author Gilberto Amendola
Por Gilberto Amendola

Durante o mês de março, que compreende o Dia Internacional da Mulher, o Fundo Brasil de Direitos Humanos, se juntou a restaurantes comandados por mulheres e já conhecidos da cena gastronômica paulistana para a campanha “Lute pelos Direitos das Mulheres”.

De 1º a 31 de março, os restaurantes Ludus Luderia, criado por Lucy Raposo, a doceria Pati Piva, de Patrícia Piva de Albuquerque, Metzi e Taqueria ATZI, cofundados pela chef Luana Sabino, Empório São João, de Raíssa Sene, e Fitó Cozinha, comandado pela chef Cafira doarão parte da renda com a venda de pratos e sobremesas para grupos de mulheres apoiados pelo Fundo Brasil.

Luana Sabino, chef no Metzi. Foto Juliana Primon Foto: Juliana Primon

Além de colaborar com o Fundo Brasil, a ideia é estimular o público a frequentar restaurantes liderados por mulheres que apoiam a causa e contribuir também para fortalecer o mercado de trabalho para as mulheres brasileiras.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.