PUBLICIDADE

Cantor sertanejo morre após ser baleado dentro de casa; suspeito é preso em Minas Gerais

Gustavo Caporalini estava com a família quando suspeito invadiu sua casa em Votuporanga, no interior de São Paulo; suspeito foi preso na cidade mineira de Campina Verde

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:
Cantor fazia parte da dupla Wesley e Gustavo, que ficou em atividade por 18 anos Foto: @Gustavo Caporalini via Instagram

Gustavo Caporalini, ex-cantor da dupla Gustavo e Wesley, morreu no domingo, 25, aos 39 anos, na casa onde vivia com a mulher e três filhos em Votuporanga, no interior de São Paulo. Ele estava com a família quando um suspeito invadiu a residência e efetuou três disparos contra Gustavo. O cantor foi levado para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

PUBLICIDADE

Segundo informações da Polícia Civil de São Paulo Paulo, o suspeito fugiu ainda no domingo, 25, e foi localizado na cidade de Campina Verde, em Minas Gerais, com apoio do retrato falado feito pela mulher do cantor.

Gustavo também era corretor de imóveis em Votuporanga, além de ser filho do assessor parlamentar Ormélio Caporalini. O prefeito da cidade, Jorge Seba, lamentou o ocorrido em suas redes sociais. “Músico, corretor de imóveis, um jovem muito atuante em Votuporanga e região. Nossos sentimentos à família e aos amigos”, escreveu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.