PUBLICIDADE

Músicos das bandas Psirico e Samba Trator brigam no palco, na Bahia; veja vídeo

Samba Trator se retratou e postou nota de desculpas em redes social

Foto do author Redação
Por Redação

Era para ser mais uma noite recheada de música para agradar ao público presente ao evento Samba da Feira, um projeto realizado aos finais de semana na Feira de São Joaquim, em Salvador, na Bahia. No entanto, o que o público presenciou no domingo, 16, foi uma briga generalizada entre os grupos Psirico e Samba Trator.

Tudo começou quando músicos da banda Samba Trator foram cumprimentar o líder da Psirico, Márcio Victor. Mas eles foram impedidos de fazer isso por alguém da produção do grupo, de forma ríspida, informou o empresário da Samba Trator.


PUBLICIDADE


Um vídeo que se espalhou pelas redes sociais mostra o momento em que músicos das duas bandas se estranham no palco, gerando um empurra-empurra e chegando à troca de socos, até mesmo agressão com barra de metal do microfone. Mas o público não perdoou, vaiando a situação e os envolvidos na cena lamentável.

Por causa da confusão, a banda Samba Trator não se apresentou. A organização do evento pediu desculpas pelo episódio. O Samba da Feira é um projeto realizado aos finais de semana na Feira de São Joaquim para fortalecer o ritmo e a cultura afrobrasileira.

Em comunicado postado no Instagram, a Samba Trator se desculpou pelo episódio. Confira:

“A Banda Samba Trator vem a público se desculpar pelo envolvimento na confusão com integrantes da Banda Psirico, na tarde desse domingo (16/10), durante o evento Samba da Feira.

Estendemos o pedido de desculpa aos nossos fãs, ao público em geral, produção do evento, os integrantes da Banda Psirico, sua produção e especialmente a Márcio Vitor, pelo qual temos um imenso carinho e admiração.

Publicidade

As cenas de violência são injustificáveis sob qualquer aspecto, independentemente da motivação existente.

Reafirmamos nosso compromisso com a valorização da cultura do samba e reiteramos nosso pedido de desculpa.

Samba Trator”

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.