PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

De antena ligada nas HQs, cinema-pipoca, RPG e afins

É tudo verdade no Visions du Réel

Por Rodrigo Fonseca
Atualização:
Crédito: TS Productions/Longride  

Rodrigo Fonseca Realizado na Suíça, em Nyon, há cinco décadas e meia, um dos maiores festivais do planeta no terreno do documentário - o Visions du Réel - anunciou nesta terça-feira as atrações de sua edição n. 54, agendada de 21 a 30 de abril, tendo o cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho entre seus jurados, com direito a uma projeção do ganhador do Urso de Ouro da última Berlinale: "Sur L'Adamant". Exibido na capital alemã em disputa com ficções de todo o planeta, sendo duas delas animações de peso ("Art Gallery 1994" e "Suzume"), a cartografia afetiva feita pelo francês Nicolas Philibert sobre a navegação de uma balsa que serve de abrigo e de clínica a pacientes com transtornos psiquiátricos encantou o júri presidido pela atriz Kristen Stewart e saiu de terras germânicas com o prêmio principal. "Aquele lugar acolhe gente fragilizada, com fraturas, mas é gente que resiste. Meu papel político como artista foi da voz a eles. Um documentário não deve impor discursos, deve ser democrático e convidar pessoas a falarem", disse Philibert aos Estadão. "A maior alegria desse Urso de Ouro é saber que ele vai fazer as pessoas olharem para a narrativa documental com mais interesse e perceber o quanto ela pode ser popular, para além do papel político que pode exercer na sociedade".

Nicolas Philibert ganhou o Urso de Ouro de Berlim com "Sur L'Adamant", que será exibido no Visions du Réel, na Suíça - Fotos de @Rodrigo Fonseca  

PUBLICIDADE

Aos 72 anos, Philibert faz documentários há 45 anos. Ele chega ao Visions du Réel no posto de convidado de honra, assim como a diretora americana Laura Poitras, indicada ao Oscar deste ano com "All The Beauty And The Bloodshed". Numa mirada feminista, o filme aborda uma série de batalhas encaradas pela artista visual Nan Goldin numa narrativa visualmente requintada, que rendeu à cineasta o Leão de Ouro de Veneza, em setembro do ano passado. Duas outras realizadoras aclamadas, além de Laura, terão destaque no festival deste ano: a argentina Lucrecia Martel e a italiana Alice Rohrwacher. Ambas são convidadas de honra do evento, que prestará um tributo póstumo a Jean-Luc Godard.

Os títulos em concurso:

. Al Djanat - The Original Paradise by Chloé Aïcha Boro, France/Burkina Faso/Benin/Germany, 2023, 85', International Premiere

· Antier noche by Alberto Martín Menacho, Switzerland/Spain, 2023, 106', World Premiere*

Publicidade

· Defectors by Hyun kyung Kim, Republic of Korea (South Korea)/USA, 2023, 84', World Premiere*

· Fauna by Pau Faus, Spain, 2023, 74', World Premiere*

· Grasshopper Republic by Daniel McCabe, USA, 2023, 94', World Premiere*

· Hours of Ours by Komtouch Napattaloong, Thailand, 2023, 85', World Premiere*

· In Ukraine by Piotr Pawlus and Tomasz Wolski, Poland/Germany, 2023, 83', International Premiere

Publicidade

· Les Oubliés de la Belle Étoile de Clémence Davigo, France, 2023, 106', World Premiere*

· Machtat by Sonia Ben Slama, Lebanon/Tunisia/France/Qatar, 2023, 82', World Premiere*

· My Father's Prison by Iván Andrés Simonovis Pertíñez, Venezuela, 2023, 81', World Premiere*

· O auto das ánimas by Pablo Lago Dantas, Spain, 2023, 73', World Premiere*

· Pure Unknown by Valentina Cicogna et Mattia Colombo, Italy/Switzerland/Sweden, 2023, 93', World Premiere*

Publicidade

· The Bilbaos by Pedro Speroni, Argentina, 2023, 74', World Premiere*

· While the Green Grass Grows by Peter Mettler, Switzerland/Canada,2023, 166', World Premiere*

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.