PUBLICIDADE

Morre Anna Maria Martinez Corrêa, irmã de Zé Celso, quase dois meses após morte de dramaturgo

Diretor à frente do Teatro Oficina morreu no início de julho depois de sofrer graves queimaduras em um incêndio; Anna era historiadora e ganhou título de professora emérita na Unesp

Foto do author Sabrina Legramandi
Por Sabrina Legramandi
Atualização:

Morreu, aos 90 anos, a historiadora Anna Maria Martinez Corrêa, irmã do dramaturgo José Martinez Corrêa, o Zé Celso. A informação foi confirmada através das redes sociais do Teatro Oficina nesta quarta-feira, 30. A causa da morte não foi divulgada.

PUBLICIDADE

“Amamos você”, escreveu o perfil do teatro, que também publicou uma sequência de fotos de Anna ao lado de Zé e também registros antigos com os demais irmãos. “Todo amor do mundo para toda a família e amigos. Estamos juntos.”

O Estadão entrou em contato com a assessoria do Teatro Oficina para pedir informações sobre o velório e o enterro da historiadora, mas não obteve retorno até o momento da publicação. Assim que tiver, a matéria será atualizada.

Morre Anna Maria Martinez Corrêa, irmã de Zé Celso, aos 90 anos. Foto: Instagram/@oficinauzynauzona/Reprodução

Formada em História pelo Instituto Sedes Sapientiae Pontifícia Universidade de São Paulo, Anna recebeu o título de professora emérita da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) em 2022.

Ela foi a responsável pela criação do Centro de Documentação da universidade, que originaria o Centro de Documentação e Memória da Unesp (Cedem) em 1987, responsável por preservar a memória de movimentos sociais brasileiros.

A morte da historiadora acontece quase dois meses após o falecimento de Zé Celso. O diretor, que mudou a arte brasileira com o Teatro Oficina, morreu no início de julho, aos 86 anos, depois de sofrer graves queimaduras em um incêndio em casa.

*Estagiária sob supervisão de Charlise de Morais

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.