PUBLICIDADE

Estreias do streaming: ‘Jogo Bonito’, ‘Quem Fizer Ganha’ e ‘Zona de Interesse’ são destaques

Confira dicas de séries e filmes para assistir no fim de semana em plataformas como Netflix, Prime, Max, Star+, Disney+, Globoplay e Apple TV+

Por André Carlos Zorzi

Dois filmes sobre futebol e superação, Jogo Bonito, que aborda um ex-jogador tentando ganhar a Copa do Mundo disputada por atletas Sem-Teto, e Quem Fizer Ganha, sobre um técnico que tenta vencer uma partida com uma das piores seleções do planeta, a Samoa Americana, estão entre os filmes e séries em destaque nas estreias da semana no streaming em plataformas como Netflix, Amazon Prime Vídeo, Star+, Globoplay e Max. Zona de Interesse, vencedor do Oscar de melhor filme internacional, também poderá ser visto em casa.

Lançamentos do streaming na semana

Jogo Bonito (Netflix)

Vinny é um ex-jogador de futebol que se destacou no West Ham, da Inglaterra, mas por conta de problemas extracampo, acabou se perdendo e ficando sem sequer uma casa para morar. As coisas podem mudar quando um técnico chamado Mal o convoca para uma nova chance, desta vez, porém, sem ser no esporte profissional: jogar a Copa do Mundo de Sem-Teto, em Roma, na Itália. Ele terá que superar o próprio ego e conflitos internos do time para tentar o título e, principalmente, buscar novos rumos em sua vida. Estreia: 29 de março de 2024.

Quem Fizer Ganha (Star+)

Com Michael Fassbender interpretando o técnico Thomas Rongen, o longa de Taika Waititi retrata a história real da seleção da Samoa Americana - conhecida por ter levado a maior goleada da história em um jogo oficial de futebol, um 31 a 0 contra a Austrália, no começo dos anos 2000. Anos depois, durante as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, o holandês tentará levar a equipe à sua 1.ª vitória na disputa. O filme já foi lançado nos cinemas, mas chega ao catálogo do streaming em 27 de março de 2024.

Zona de Interesse (Prime Video)

O longa do diretor Jonathan Glazer sobre nazismo que venceu o Oscar de melhor filme internacional estará disponível para os assinantes do Amazon Prime Video. O filme mostra um novo ângulo do horror nazista ao retratar o cotidiano de uma família que leva uma vida confortável e abundante numa casa ao lado do campo de extermínio de Auschwitz. Trata-se da residência de Rudolf Höss (Christian Friedkin), comandante do campo. Com isso, Glazer explora a frieza com que as famílias nazistas viviam do lado de fora dos campos, ignorando os sinais de dor e sofrimento que aconteciam bem diante de seus olhos. (Clique para ler uma crítica do filme). Estreia: 31 de março de 2024.

O Missionário (Star+)

O documentário do National Geographic é baseado nos últimos momentos de John Allen Chau, um jovem religioso estadunidense que foi sozinho à ilha Sentinela do Norte com o intuito de fazer contato com uma tribo isolada. Ao chegar sem aviso, os locais se defenderam, o que acabou resultando em sua morte, num caso que ganhou repercussão internacional à época. Estreia: 29 de março de 2024.

Ruim Pra Cachorro (Prime Video)

O filme tem início quando o cãozinho Reggie é abandonado por seu dono, Doug. Apesar de sempre ter sido mal tratado, ele acreditava que o dono queria o seu melhor, e toma noção de uma realidade completamente diferente quando conhece outros ‘vira-latas’. Em uma trama recheada de piadas escatológicas e palavrões, ele partirá em busca de vingança contra o humano que lhe deixou naquela situação. O filme foi lançado há cerca de seis meses nos cinemas, mas estreia no catálogo do streaming em 29 de março de 2024.

O Salário do Medo (Netflix)

O filme é a 3.ª obra inspirada em livro do francês Georges Arnaud, depois de O Salário do Medo (1953) e O Comboio do Medo (1977). Um grupo de pessoas tem 24 horas para levar caminhões com nitroglicerina pelo deserto visando apagar um incêndio numa região repleta de gás. Longa de ação tradicional, com diversas cenas de tiros, perseguições e tensão no ar. Estreia: 29 de março de 2024.

Publicidade

Micheal Ward e Bill Nighy em cena de 'Joga Bonito', novo filme da Netflix. Foto: Netflix/Divulgação

Colaboração de Gabriela Caputo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.