Publicidade

Publicidade

Brasil volta ao ranking dos 25 países mais atrativos para o investimento estrangeiro; veja a posição

País ficou de fora da lista em 2023; Estados Unidos ocupam primeiro lugar pelo 12° ano consecutivo

Foto do author Clayton Freitas
Por Clayton Freitas
Atualização:

O Brasil voltou neste ano ao ranking global dos 25 países mais confiáveis para receber investimento estrangeiro, depois de ficar de fora da lista em 2023. O País agora ocupa a 19ª posição no Índice de Confiança para Investimento Direto Estrangeiro, elaborado anualmente pela consultoria Kearney.

Na última vez que figurou no ranking, em 2022, o Brasil estava em 22º. O País já esteve em melhores posições nos anos de 2012 e 2013, quando ocupou o terceiro lugar da lista. Quem lidera o ranking de 2024 são os EUA, pelo 12º ano consecutivo (veja o ranking abaixo).

Segundo o levantamento, 88% dos executivos planejam aumentar os seus investimentos nos próximos três anos, seis pontos percentuais acima de 2023.  Foto: Daniel Teixeira/Estadão

PUBLICIDADE

A lista é definida com base nas respostas de executivos das 500 maiores empresas do mundo. Entre outras coisas, eles são questionados sobre a probabilidade de suas companhias fazerem investimentos diretos em algum país nos próximos três anos. As respostas são tabuladas e geram uma pontuação.

Se considerado o ranking apenas dos mercados emergentes, o Brasil fica na 5ª posição em 2024, atrás de Índia, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e China.

Perspectivas

Segundo o levantamento, 88% dos executivos disseram que planejam aumentar os seus investimentos nos próximos três anos, seis pontos percentuais acima de 2023. O relatório mostra leve avanço no nível de otimismo de 63% para 64%, e queda do pessimismo, passando de 35% em 2023 para 29% neste ano.

A maioria dos empresários (85%) relataram que as tensões geopolíticas podem afastar as suas decisões de investimento. Eles incluem na lista inclusive os mercados emergentes.

Inteligência artificial

Mais de sete em cada dez (72%) investidores afirmaram já fazer uso moderado de inteligência artificial (IA) em suas operações comerciais, sobretudo em chatbots e sistemas de automação de processos manuais e cadeia de suprimentos. Dos 500 entrevistados, 63% disseram que vão elevar os recursos em IA em suas tomadas de decisões sobre investimentos. Eles citaram a economia de custos, eficiência e a precisão como principais benefícios.

Publicidade

Segundo a Kearney, o potencial disruptivo da IA transformará a economia global e exigirá mudanças rápidas das empresas. O levantamento da consultoria ressalta que as empresas pesquisadas já estão se preparando, e 64% dos investidores dizem que suas organizações vão expandir o uso de IA nos negócios próximos três anos. Para 82%, o grau de investimento dependerá de políticas e regulamentações sobre o emprego da tecnologia.

Veja abaixo o ranking dos 25 países mais confiáveis para investimento estrangeiro, segundo a Kearney.

  1. EUA
  2. Canadá
  3. China (inclui Hong Kong)
  4. Reino Unido
  5. Alemanha
  6. França
  7. Japão
  8. Emirados Árabes Unidos
  9. Espanha
  10. Austrália
  11. Itália
  12. Singapura
  13. Suíça
  14. Arábia Saudita
  15. Suécia
  16. Nova Zelândia
  17. Portugal
  18. Índia
  19. Brasil
  20. Coreia do Sul
  21. México
  22. Taiwan
  23. Polônia
  24. Argentina
  25. Dinamarca
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.