Publicidade

Dólar tem 8ª queda no mês ante real

Previsão de alta do juro básico no Brasil, na próxima semana, atrai recursos estrangeiros para o mercado local

O dólar no mercado à vista caiu pela 8ª vez seguida graças ao fluxo cambial favorável e à redução da aversão a risco no exterior. Com a manutenção dos juros pelo BCE em 4% ao ano, a queda da taxa promovida pelo Banco da Inglaterra de 0,25 pp, para 5% ao ano, as perspectivas de aumento da taxa Selic (que está em 11,25%) no Brasil na semana que vem e de corte dos juros nos EUA (que estão em 2,25%) no fim do mês, os investidores estrangeiros continuaram migrando para cá. Assim podem embolsar atraentes ganhos em operações de arbitragem. Outros ingressos financeiros de empresas nacionais e também pelo câmbio comercial deram fôlego à baixa. Com a queda no balcão de 0,24%, a R$ 1,685, o dólar passou a apurar perdas de 3,88% no mês e de 5,07% no ano. O juro de janeiro 2010 recuou a 13,25%. E a Bovespa subiu 0,08% (63.527,1 pontos). FRASE Thaís Zara Economista da Rosenberg & Associados "Podem vir medidas paralelas à alta da Selic, como ata bem dura além de eventual elevação do compulsório"

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.