Virgin Atlantic: Anac autoriza companhia aérea britânica a operar voos diários no Brasil

Empresa considerada ‘low cost’ iniciará viagens entre Londres e São Paulo e vice-versa a partir de maio de 2024

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A Virgin Atlantic Airlines, uma das maiores companhias aéreas do Reino Unido, foi oficialmente autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a operar com voos no Brasil. A empresa havia anunciado no início de junho que começaria a ofertar voos diários diretos entre Londres e São Paulo a partir de maio de 2024.

Com a autorização, publicada em portaria no Diário Oficial da União na sexta-feira, 21, a Virgin Athantic iniciará a venda de passagens no próximo mês. Ela foi classificada pela Anac como low cost, ou seja, oferece preços mais baixos para concorrer no mercado.

PUBLICIDADE

Segundo a companhia informou, a rota do Aeroporto de Londres Heathrow ao Aeroporto de Guarulhos será sua primeira incursão na América do Sul. O voo terá duração de 11 horas e 55 minutos e será feito em uma aeronave Boeing 787, com capacidade para 258 passageiros nas classes econômica e executiva.

Os horários anunciados até o momento são de partidas às 12h45 e às 20h20 para o trajeto Londres-São Paulo e de 22h10 e 13h25 para São Paulo-Londres. A empresa previa inicialmente operar com voos regulares no País em 2019, mas os planos foram adiados em razão da pandemia de coronavírus.

Em acordo feito com a brasileira Latam, os passageiros da Virgin também poderão fazer conexões em 12 aeroportos domésticos no Brasil, incluindo Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Florianópolis (SC). Da mesma forma, os clientes que viajam de São Paulo para Londres terão a opção de fazer conexão para destinos finais como Tel Aviv (Israel), Delhi (Índia) e Xangai (China).

Lar do samba

Ao fazer o anúncio de sua operação no Brasil, no mês passado, a companhia aérea citou, em sua conta no Twitter, a frase “Nova cidade, novo país, novo continente. Estamos muito animados para voar para São Paulo, Brasil. Lar do samba, caipirinhas, praias, belezas naturais e uma rica história arquitetônica. Viva!” junto com uma campanha estrelada pela atriz Juliana Paes.

Na ocasião, o diretor comercial da companhia, Juha Järvinen, afirmou, em nota, que “voar para São Paulo representa muito mais do que apenas uma nova rota. É a porta de entrada para a América do Sul e significa um crescimento importante para a Virgin Atlantic.”

Publicidade

A Anac também informou que, na semana passada, outra companhia internacional de baixo custo, a Arajet, da República Dominicana, foi autorizada a voar no Brasil. Ela irá operar três voos semanais de Santo Domingo para Guarulhos.

A Agência assinalou ainda que avalia outros três pedidos de autorização de companhias que desejam operar no Brasil _ duas para transporte de passageiros e uma para transporte de carga. Atualmente, há 33 companhias aéreas estrangeiras autorizadas a operar voos comerciais no País.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.