PUBLICIDADE

Vladimir Brichta interpreta seu primeiro vilão em ‘Renascer’

Ator dará vida ao coronel Egídio no remake do folhetim que estreia nesta segunda, às 21h, na Globo

Foto do author Maria Fernanda Viana
Por Maria Fernanda Viana

Em 23 anos de carreira, Vladimir Brichta nunca interpretou um vilão. Em Renascer, nova novela das 21h, que estreia nesta segunda, 22, o ator mudará esse aspecto de sua carreira. Ele interpretará coronel Egídio, e promete surpreender o público.

Na nova novela do horário nobre da Rede Globo, o coronel de Ilhéus, interpretado por Brichta, será um empecilho na vida de José Inocêncio, o protagonista, interpretado por Marcos Palmeira.

Vladimir Brichta interpreta coronel Egídio em 'Renascer' Foto: Isabella Pinheiro | Gshow Divulgação

PUBLICIDADE

Em entrevista ao Gshow, o ator falou sobre a decisão de aceitar o papel e disse acreditar que essa será a novela de sua vida: “De fato, eu estava planejando a vida e não estava contando com novela, exatamente, nesse período. Mas antes de ficar encantado pelo Egídio, a possibilidade de participar dessa novela para mim já foi encantadora. Essa tinha um atrativo tão grande, que é uma novela tão marcante para mim, uma das novelas que mais marcaram a minha infância, que eu estaria nela independente do Egídio, e eu queria estar”.

Vladimir também ressaltou que o fato da história se desenvolver na Bahia, estado onde nasceu, foi de grande importância. “Para mim é importante como ator baiano estar nessa obra”, disse.

Durante a sua carreira, Brichta foi destaque por personagens cômicos. Em entrevista ao jornal O Globo, ele revelou que foi incentivado por Adriana Esteves, sua mulher, a aceitar o papel. A também atriz participou da versão original de Renascer, em 1993, e recebeu muitas críticas pela sua interpretação da personagem Mariana. Mas, mesmo assim, incentivou seu companheiro a participar do remake. “É uma experiência nova, isso me encantou”, explicou.

Ao descrever o vilão de Renascer, Vladmir explicou: “Egídio é um cara que deseja a morte”.

Na versão original da novela, Egídio se chamava Teodoro e foi interpretado por Herson Capri.

Publicidade

* Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.