PUBLICIDADE

Publicidade

Vídeos: afilhado de Usain Bolt chama atenção com dribles na base do Real Madrid

Astro do atletismo acompanha treinamento do garoto e banca o padrinho orgulhoso nas redes

PUBLICIDADE

Foto do author Leonardo Catto
Atualização:

Um garoto veloz e com bom controle de bola chamou a atenção em treino de crianças em La Fundación, sede da base do Real Madrid, na última semana. A imprensa espanhola destacou, ainda, os dribles e chutes do menino. Pouco tempo depois, o multicampeão olímpico Usain Bolt postou os vídeos do menino e revelou tratar-se de seu afilhado, que atende pelo apelido de NJJ Walker.

PUBLICIDADE

Em um dos vídeos, NJ aparece já correndo a frente de um marcador. Ele supera um segundo adversário e adianta a bola quase até a linha de fundo, onde a alcança e domina com facilidade. “Rápido como o tio”, escreveu o ex-atleta na legenda. O “tio Bolt” é, na verdade, apenas padrinho de NJ. O ex-velocista é amigo de longa data do pai do garoto, Nugent Walker Junior, companheiro de Bolt na seleção olímpica da Jamaica, em Sydney e Atenas, em 2000 e 2004, respectivamente. Depois, Walker atuou como agente do astro.

Outro vídeo que deixou o astro do atletismo orgulhoso foi um golaço marcado pelo garoto. NJ recebe um passe na entrada da área, domina com a perna esquerda já ajeitando o corpo para bater e encobrir o goleiro. No vídeo, é possível ouvir quem parece ser Bolt falando “faça (o gol), NJ!”.

O jornal As contou que, ao saber que NJ era afilhado de Bolt, o Real Madrid quis colocá-lo em monitoramento como uma possível joia para o futuro. Entretanto, apesar de ter treinado em La Fundación, NJ é estrangeiro e não mora na Espanha, o que impossibilita que ele assine um contrato com o clube até chegar à maioridade.

Usain Bolt é o único atleta a se tornar tricampeão em duas modalidade de pista nos Jogos Olímpicos. Ele venceu de forma consecutiva os 100 e os 200 metros rasos, além te der sido bicampeão consecutivo no revezamento 4 por 100 metros. Depois da aposentadoria, em 2017, aos 31 anos, Bolt ainda fez breve carreira como jogador de futebol na Austrália por um ano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.