Publicidade

Luisa Stefani arrasa americanas nas duplas e conquista o título do WTA 1000 de Doha

Ao lado da holandesa Demi Schuurs, tenista brasileira derrota Caroline Dolehide e Desirae Krawczyk por 2 sets a 0

PUBLICIDADE

Por Estadão Conteúdo
Atualização:

Luisa Stefani continua colocando seu nome na história do tênis brasileiro. Neste sábado, ao lado da holandesa Demi Schuurs, conquistou o WTA 1000 de Doha, no Catar. Elas venceram as americanas Caroline Dolehide e Desirae Krawczyk por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em um pouco mais de uma hora de partida.

PUBLICIDADE

Este foi o terceiro título de nível 1000 da brasileira, que já conquistou nove taças da WTA. Em 2021, ela venceu em Montreal, ao lado da canadense Gabriela Dabrowski, e em Guadalajara, com a australiana Storm Hunter. A brasileiro também é medalhista olímpica, conquistando o bronze em Tóquio. Já a holandesa voltou a ser campeã em Doha após três anos. Ela tem 18 títulos no currículo, sendo seis de nível 1000.

“Fiquei muito emocionada com o time e com a Demi por mudarem minha mentalidade essa semana e darem o suporte desde o começo para chegar aqui com a energia mais fresca e a melhor vibe diante dos desafios. Muito empolgada pela conquista a primeira com ela”, afirmou Stefani.

Luisa Stefani e Demi Schuurs foram as grandes campeãs do WTA 1000 de Doha 2024 Foto: Reprodução/Twitter @timebrasil

Com a conquista, Stefani vai subir do 16º para o 12º lugar do ranking da WTA nas duplas. A holandesa, por sua vez, deixará a 14ª colocação e subirá para o 11º lugar. As dez primeiras colocadas, em junho, garantem vaga para os Jogos Olímpicos de Paris-2024. Além disso, elas dividirão uma premiação de aproximadamente R$ 800 mil.

Doha foi apenas o segundo torneio disputado por elas como duplas. Mesmo assim, fizeram uma campanha irretocável e confirmaram o título de maneira consciente. Assim como ocorreu nas outras fases do torneio, elas não sofreram nenhuma quebra de serviço.

Com a torcida da equipe brasileira de polo aquático, que esteve no Khalifa International Dennis Complex, Stefani chegou a estar perdendo por 2 a 1 e teve um 0/30 de desvantagem. No entanto, conseguiu se reerguer, ao lado de Schuurs, e empatou. O jogo continuou equilibrado até o sétimo game, quando elas conseguiram a primeira quebra. Depois só administraram a vantagem para largarem à frente. O segundo set foi um passeio. Stefani e Schuurs provocaram a primeira quebra logo no primeiro game e abriram 5 a 1 de vantagem. A dupla americana já não esboçava reação e acabaram sendo derrotadas por 6 a 2.

“Quero agradecer meu time aqui, todos no Brasil e minha família. Passei por lesões nos últimos anos e também no começo deste ano. É muito especial já ter resultados como esse título com a Demi. Me sinto feliz dentro e fora da quadra”, afirmou Stefani, lembrando do começo do ano, quando perdeu dois torneios preparatórios para o Australian Open por causa de lesão no joelho.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.