PUBLICIDADE

Publicidade

Brasil bate EUA, soma 3ª vitória e continua invicto na Liga das Nações Feminina de Vôlei

No Maracanãzinho, equipe comandada por José Roberto Guimarães ganha por 3 sets a 1 e agora foca no jogo com a Sérvia, no domingo

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A seleção brasileira feminina de vôlei conquistou a terceira vitória consecutiva na Liga das Nações, ao vencer, nesta sexta-feira, no Maracanãzinho, no Rio, os Estados Unidos, por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 25/16, 18/25 e 25/19. Diana, Rosamaria, Roberta, Ana Cristina, Gabi, Júlia Kudiess e Nyeme foram as titulares.

Com triunfos sobre Canadá e Coreia do Sul, o time do técnico José Roberto Guimarães volta à quadra no domingo, às 10 horas, para encarar a Sérvia.

Seleção feminina derrota americanas e conquista mais uma vitória no Maracanãzinho. Foto: Mauro Pimentel/AFP

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos abriram 2 a 0, mas a reação do Brasil foi imediata, virando para 5 a 2, com dois pontos de Ana Cristina. Com erros norte-americanos e pontos de Gabi, a seleção brasileira chegou a 14 a 8. As americanas forçaram o ritmo no final, com destaque para Cuttino, e encostaram em 21 a 19. O equilíbrio permaneceu, mas Ana Cristina decidiu mais uma vez: 25 a 22.

O segundo set começou ainda mais equilibrado com a disputa ponto a ponto, com Cuttino e Gabi se revezando na pontuação. Depois do empate em nove pontos, o Brasil conseguiu abrir 11 a 9, com dois bloqueios de Diana. As americanas perderam a concentração, erraram uma recepção e Larson atacou para fora. Gabi dá uma largada e o placar chegou a 16 a 10. O final do set foi quase perfeito para o Brasil, com a liderança de Gabi (dez pontos) e a ofensividade de Ana Cristina.

Mais uma vez os EUA começaram bem o set e chegaram a 3 a 1. O jogo volta a ficar equilibrado, mas a vantagem do time do técnico Karch Kiraly permanece até 11 a 5. Duas largadinhas da Gabi recolocaram o Brasil na disputa: 12 a 9. A reação brasileira seguiu e o empate veio em 13 pontos. Dois pontos de saque voltaram a deixar as americanas na frente e a vitória no set foi por 25 a 18.

O quarto set começa mal para o Brasil com dois erros de Ana Cristina, mas comandadas de Zé Roberto buscam o empate em cinco pontos, com boa participação de Gabi. A disputa vai a cada ataque, sempre com as americanas à frente. O Brasil só conseguiu virar o placar com 12 a 11, graças ao bloqueio de Júlia Kudiess em Madisen Skinner. Mais um ponto de Gabi e ace de Roberta colocam o Brasil à frente com 16 a 14 para delírio do Maracanãzinho.

Com pontos de Rosamaria e Carol (três bloqueios), o Brasil dispara com 20 a 15. EUA tentam uma reação, diminuem para 21 a 18 e Zé Roberto pediu tempo. O Brasil voltou mais concentrado e Gabi fez um ponto, após mais de 40 segundos de rali. Brasil fechou o set em 25 a 19 e garantiu mais uma vitória.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.