Elon Musk não lançou ‘Tesla Phone’, celular com ‘internet infinita’

Em vídeo que circula no WhatsApp, homem afirma ter em mãos aparelho lançado pela empresa de carros elétricos, mas isso não é verdade

PUBLICIDADE

Por Ariel Freitas
Atualização:

O que estão compartilhando: vídeo em que homem afirma ter em mãos o novo modelo de celular da Tesla, empresa do bilionário Elon Musk. A postagem diz que o dispositivo tem tecnologia de internet ilimitada, pois tem compatibilidade com o sinal de satélite oferecido pela Starlink, outro empreendimento de Musk.

O Estadão Verifica investigou e concluiu que: é falso. A Tesla não oferece um dispositivo de telefone em sua linha de produtos. A empresa vende carros elétricos, paineis solares e baterias. Nas redes sociais da Tesla e de Musk não há qualquer anúncio sobre um novo modelo de celular. O vídeo em que o homem segura o aparelho é de 2022 e, desde então, não houve lançamento de um telefone da Tesla.

Elon Musk não lançou telefone com internet infinita Foto: Reprodução/TikTok

PUBLICIDADE

Saiba mais: Leitores pediram esta verificação por WhatsApp, no número (11) 97683-7490. O conteúdo circula também no TikTok e no Telegram e junta dois vídeos diferentes.

Na primeira parte, quem aparece é um influencer chamado Ruyter Poubel. Ele fala que, se Elon Musk lançasse um celular, o aparelho já viria com internet infinita porque o empresário também tem uma empresa de internet. No vídeo completo, publicado em julho de 2023 no canal de YouTube de Ruyter, ele faz apenas especulações sobre o lançamento de um celular, e não afirma que isso já teria ocorrido.

A segunda parte mostra um homem segurando um celular que ele diz ser da Tesla. Ele faz várias afirmações sobre as supostas características do produto. Esse vídeo foi compartilhado originalmente em julho de 2022, no canal de YouTube do Professor Gebara. Ele concorreu a vereador pelo partido Novo em 2020 em São Caetano do Sul, mas não se elegeu. Procurado pela reportagem, ele não retornou os questionamentos sobre o aparelho que alega ter em mãos.

Musk disse ter interesse em entrar no mercado de celulares, mas ainda não lançou projeto

Elon Musk concluiu a compra do Twitter em outubro de 2022 e rebatizou a plataforma de X. Em novembro de 2022, Musk respondeu a uma usuária do X (antigo Twitter) sobre um possível bloqueio da rede social nas lojas virtuais do Google e da Apple. Na ocasião, o empresário sul-africano confirmou a intenção de entrar no mercado de celulares caso esse cenário se concretizasse, mesmo acreditando que isso não ocorreria.

Recentemente, circularam boatos sobre a possível entrada da Tesla no setor de telefonia após uma empresa rival no ramo de carros elétricos, a Polestar, da Suécia, anunciar o lançamento do Polestar Phone para o dia 23 de abril. Contudo, Musk não deu mais declarações sobre a entrada de suas companhias no mercado de celulares.

Publicidade

Musk compartilhou ataques contra Alexandre de Moraes

O bilionário sul-africano entrou em destaque na imprensa nacional nas últimas semanas depois de compartilhar ataques contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Musk criticou os despachos do ministro sobre a suspensão de contas suspeitas de praticar discursos e atos antidemocráticos no Brasil. O empresário afirmou que as determinações eram censura e não seriam mais cumpridas pela rede social. Após esse posicionamento, Alexandre de Moraes incluiu Musk no inquérito das milícias digitais, que investiga a atuação de uma rede de pessoas e contas que compartilham desinformação nas redes sociais.

O ministro ainda determinou uma multa diária de R$ 110 mil por perfil que o X não bloquear ou reativar após decisão judicial. Além disso, os responsáveis legais pela empresa no Brasil podem acabar enquadrados por desobediência a ordem judicial. Contrariando o posicionamento de Elon, a defesa do X declarou que a empresa vai continuar respeitando as decisões do ministro brasileiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.