PUBLICIDADE

É falso que velório de Marisa Letícia tenha ocorrido com caixão fechado

Publicações nas redes sociais resgatam boato falso e desinformam ao alegar que ex-primeira-dama estaria viva e se escondendo na Europa

Por Luciana Marschall
Atualização:

O que estão compartilhando: trecho em vídeo de um podcast em que o apresentador afirma que ninguém viu o corpo da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, falecida em 2017, porque o caixão estava fechado. O entrevistado alega que ela está viva e foi descoberta na Itália. O apresentador acrescenta que o marido dela, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não está vivo.

O Estadão Verifica investigou e concluiu que: é falso. Fotos publicadas em diferentes reportagens de 2017 comprovam que o caixão de Marisa Letícia permaneceu aberto durante o velório. Em uma transmissão ao vivo feita no perfil de Lula no Facebook, é possível visualizar que não havia tampa no ataúde. Além disso, a afirmação de que Marisa fugiu para a Itália foi desmentida ainda naquele ano por GZH, Veja e Boatos.Org. Por fim, a alegação de que Lula estaria morto é uma teoria da conspiração desmentida diversas vezes pelo Estadão Verifica (aqui, aqui e aqui).

Ao contrário do que é dito em podcast, velório da ex-primeira dama foi com caixão aberto. Foto: Reprodução

Saiba mais: O corpo de Marisa foi velado em 4 de fevereiro de 2017, na quadra do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP). Ela morreu no dia 2 daquele mês, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC). À época, o Estadão publicou fotos que mostram o caixão de Marisa aberto, com Lula ao lado. O corpo está coberto apenas com um véu.

Imagens registradas durante velório de Marisa Letícia mostram caixão aberto (Daniel Teixeira/Estadão). Foto: Daniel Teixeira/Estadão
Imagens registradas durante velório de Marisa Letícia mostram caixão aberto (Tiago Queiroz/Estadão). Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Imagens semelhantes foram publicadas por outros veículos como G1, Correio Braziliense, Estado de Minas e IstoÉ. No Facebook, Lula transmitiu ao vivo a cerimônia de despedida da esposa. É possível ver que o caixão estava aberto.

Boato sobre fuga para a Itália

PUBLICIDADE

O convidado do podcast afirma que a ex-primeira-dama estaria viva e se escondendo na Europa. Ele alega que um boneco foi cremado no lugar do corpo dela e que ela teria saído do Brasil via Paraguai e fugido para a Itália. Posteriormente, teria saído de lá ao ser descoberta, mas permanecido na Europa.

A afirmação é baseada em uma teoria conspiratória que circula desde a época da morte, em 2017. Na ocasião, o jornal GZH informou que um site publicou a alegação de que Marisa havia sido fotografada na Itália no final de semana em que foi velada no Brasil. A imagem utilizada na internet, contudo, era antiga e havia sido registrada em 2005, quando a ex-primeira-dama e Lula estiveram na Europa para acompanhar a cerimônia de sepultamento do papa João Paulo II. Em 2017, o site editou a imagem para retirar o presidente Lula e Itamar Franco, que também estavam na imagem, deixando apenas Marisa. A teoria da conspiração também foi relatada pela Veja e por Boatos.Org.

Ao final do vídeo, o convidado do podcast resgata ainda outra teoria conspiratória, ao afirmar que “ela (Marisa Letícia) está viva, quem não está vivo é o marido dela”. Ele refere-se ao boato de que Lula morreu e foi substituído por um sósia. Essa alegação já foi desmentida em diversas oportunidades pelo Estadão Verifica (1, 2 e 3).

Publicidade

A reportagem tentou contato com os responsáveis pelas afirmações, mas não teve retorno.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.