PUBLICIDADE

‘ChatGPT’ da Meta para WhatsApp, Instagram e Messenger já aparece em testes com usuários

Testada na Índia e países africanos, IA funciona como conversa convencional nos aplicativos

Foto do author Henrique Sampaio
Por Henrique Sampaio
Atualização:

A Meta já está implementando um chatbot baseado em IA generativa similar ao ChatGPT em seus mensageiros WhatsApp e Messenger e nas mensagens diretas do Instagram. A companhia afirmou que têm realizado testes com usuários na Índia e em países da África.

"ChatGPT" da Meta para WhatsApp, Instagram e Messenger já está em testes na Índia e países africanos Foto: ADOBE STOCK

Usuários das regiões estão compartilhando mensagens e imagens sobre o recurso na rede social X. Uma das imagens sugere que o recurso, chamado Meta AI, funcionará similar a uma conversa, permitindo você receber respostas para perguntas sobre qualquer assunto, gerar imagens tal como no ChatGPT ou apenas se comunicar com a IA, diretamente pelo WhatsApp, Messenger (do Facebook) e Instagram. No WhatsApp, o botão para ativar o Meta AI se encontra acima do botão verde de “novo contato”, localizado no canto inferior direito na tela principal.

PUBLICIDADE

A companhia anunciou seus planos para incluir ferramentas de IA em fevereiro de 2023, na esteira das concorrentes, e tem feito grandes investimentos no setor. Seu grande modelo de linguagem Llamma foi recentemente classificada como a mais segura em uma pesquisa. A Llamma 3, versão mais avançada de seu modelo de código aberto, será lançada em maio.

Com a implementação de sua IA no Instagram, que ultrapassou o TikTok e se tornou o app mais baixado do mundo, além dos populares mensageiros WhatsApp e Messenger, a Meta pode expor sua tecnologia a bilhões de usuários simultaneamente e abocanhar uma grande parte do mercado de IA.

Recentemente a companhia anunciou um investimento em uma tecnologia proprietária de processamento baseado em IA, mostrando que a companhia vem buscando autossuficiência em uma indústria dependente de empresas terceiras, como a Nvidia, que despontou como a principal fornecedora de hardware para IA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.