Facebook lança aplicativo de fotos

Facebook Camera segue a lógica do Instagram e estará disponível para download nesta quinta para aparelhos Apple

PUBLICIDADE

Por Redação Link
Atualização:

Facebook Camera segue a lógica do Instagram e estará disponível para download nesta quinta para aparelhos Apple

PUBLICIDADE

Por Nayara Fraga, do Radar Tecnológico

SÃO PAULO – Um mês depois de anunciar a compra do Instagram — o aplicativo de fotos mais popular entre usuários de smartphones e tablets —, o Facebook lança um aplicativo de fotos para iPhone. Chamado de Facebook Camera, ele funciona separadamente do aplicativo da rede social e estará disponível para iPhone ainda nesta quinta-feira, 24.

—- • Siga o ‘Link’ no Twitter, no Facebook, noGoogle+ e no Tumblr

O Facebook Camera segue a lógica do Instagram (ou sua própria lógica de atualizações): apresenta um feed com as fotos que amigos publicam e a possibilidade de curtir e comentá-las. Ele também permite recortar, girar e (o recurso mais querido no Instagram) adicionar filtros.

Segundo o site de tecnologia All Things D, o aplicativo é bem leve e muito mais rápido do que lidar com fotos no próprio aplicativo do Facebook, fonte frequente de reclamações dos usuários móveis. Há esperança, agora, de que os pontos positivos do novo aplicativo sejam aproveitados no app da rede social.

Se considerada a necessidade de compartilhar várias imagens de uma vez de maneira mais eficiente, a novidade é pertinente. Mas por que lançar outro aplicativo de fotos depois de pagar US$ 1 bilhão pelo Instagram?

Publicidade

O All Things D dá duas razões:

1. A compra do Instagram ainda não está aprovada. A Comissão Federal do Comércio (FTC, em inglês) está investigando a aquisição.

2. A equipe de fotos do Facebook estava trabalhando nesse produto muito antes de a compra do Instagram sequer ser uma possibilidade. A equipe do Instagram não teve nada a ver com a criação do Facebook Camera, como disse ao All ThingsD o presidente do Instagram, Kevin Systrom.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.