PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Líder do PT: Meta fiscal é do governo, não só do Haddad, e bancada abraça junto

O deputado Odair Cunha afirma que mecanismo garante estabilidade macroeconômica ao País

PUBLICIDADE

Foto do author Giordanna Neves
Foto do author Iander Porcella
Por Giordanna Neves (Broadcast) e Iander Porcella (Broadcast)

O novo líder do PT na Câmara, o deputado Odair Cunha (MG), afirmou que a meta de déficit zero nas contas públicas este ano não é apenas do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, mas do governo como um todo, chancelada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele ressaltou que a base de sustentação do Palácio do Planalto no Congresso, que inclui a bancada petista, “abraça junto” o objetivo de melhorar os indicadores fiscais.

PUBLICIDADE

Para Odair, perseguir a meta de déficit zero garante estabilidade macroeconômica ao País. Essa visão é oposta à da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e de outros integrantes da legenda que já defenderam alterar o objetivo fiscal para que o governo possa gastar mais. A Executiva Nacional do partido chegou a aprovar uma resolução que falava em “austericídio” ao fazer referência à política econômica, em uma crítica velada a Haddad.

“O PT vai apoiar medidas do governo e a meta estabelecida não é a meta do ministro Fernando Haddad. É a meta que o governo propõe, que o presidente Lula chancela. Claro que debate existe, mas o mais importante é você ter uma meta clara e estabelecida, que garanta no horizonte uma segurança em relação à trajetória da dívida pública brasileira”, declarou Odair em entrevista exclusiva ao Broadcast Político/Coluna do Estadão.

“Claro que quem sustenta o governo no Congresso abraça junto. Se alguém vai dizer que a meta poderia ser outra, sempre vamos achar pessoas que propõem algum tipo de alteração. Mas isso fica na periferia. O centro é que o governo definiu a meta zero e todo o governo e sua base trabalha nessa perspectiva”, emendou.

O deputado Odair Cunha (PT-MG). Foto: Mário Agra/Câmara dos Deputados

Odair também minimizou o rompimento entre o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, que é o responsável oficial pela articulação política do governo com o Congresso.

Publicidade

“Quem conversa sistematicamente com o presidente Arthur Lira é o líder do governo na Casa, deputado José Guimarães. E ele tem estabelecido um diálogo aberto com o presidente Arthur Lira. Isso, em nenhum momento, tem atrapalhado o essencial das políticas que o governo quer ver implementadas e aprovadas aqui na Casa”, disse o líder do PT.