EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Wellington Dias se aproxima de governadores da oposição numa parceria com o Consórcio Brasil Central

Ministro do Desenvolvimento Social assinou com os gestores de unidades da Federação do Centro-Oeste além de Tocantins, Maranhão e Rondônia.

PUBLICIDADE

Foto do author Roseann Kennedy
Foto do author Augusto Tenório
Por Roseann Kennedy e Augusto Tenório
Atualização:

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias (PT), conseguiu avançar na aproximação a governadores que fazem oposição ao governo Lula. Nesta terça-feira, 23, ele firmou parceria da pasta com o Consórcio Brasil Central. Os acordos envolvem adesão ao Plano Brasil Sem Fome, que combate a insegurança alimentar e nutricional em todo o território nacional. O Consórcio reúne os gestores das unidades da Federação do Centro-Oeste, além de além de Tocantins, Maranhão e Rondônia.

O gesto de Dias é importante para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pois ele foi derrotado por Jair Bolsonaro (PL) em todos os Estados do Centro-Oeste na eleição passada. No Norte, Lula só venceu no Amazonas e no Pará.

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias (PT),ao lado dos governadores do Consórcio Brasil Central Foto: MDS

Como antecipou a Coluna, o Consórcio Brasil Central teve reunião nesta terça para eleger o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), para sua presidência. Caiado foi um dos que estiveram ao lado do ex-presidente Jair Bolsonaro e tem elevado as cobranças ao governo Lula. À frente do Consórcio avisou que vai trabalhar pela união dos governadores na política de tolerância zero na segurança pública.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.