PUBLICIDADE

Filho de líder do MST é nomeado para gabinete de deputado do PT na Câmara

Rafael Stédile assumiu cargo no mesmo dia em que movimento foi homenageado em Brasília

Foto do author Julia Camim
Por Julia Camim

Rafael Almeida Stédile, filho do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) João Pedro Stédile, foi nomeado como secretário parlamentar do deputado federal João Daniel (PT-SE) na quarta-feira, 28. Rafael assumiu a função no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados homenageou os 40 anos do movimento em sessão solene.

Em nota, o parlamentar justifica que o filho de João Pedro Stédile cumprirá uma tarefa técnica no gabinete. “Rafael Stédile é formado em publicidade e trabalha como fotógrafo autônomo há mais de dez no mercado corporativo e contribui com movimentos sociais. Apesar de ter uma trajetória de trabalhos ligados a questões políticas não é filiado a nenhum partido e não é militante do MST. Cumprirá uma tarefa técnica de Comunicação para o Gabinete”, diz a nota.

Deputado João Daniel diz que filho de líder do MST cumprirá tarefa técnica na Câmara dos Deputados Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

PUBLICIDADE

No ano passado, o MST foi alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara, que tinha como objetivo investigar a atuação do grupo e seus financiadores. O ex-ministro do Meio Ambiente e deputado federal Ricardo Salles (PL-SP), relator da comissão, pediu o indiciamento de 12 pessoas e, mesmo sem conseguir aprovação do relatório, enviou o documento à Procuradoria-Geral da República (PGR), à Procuradoria-Geral Eleitoral e o Tribunal de Contas da União (TCU).

João Pedro Stédile chegou a prestar depoimento à CPI e admitiu que invadir a fazenda da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em Petrolina (PE) “foi um erro”. Ele também negou ligação do movimento com o PT.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.