PUBLICIDADE

Veja o passo a passo de ministro do GSI no Planalto, do susto ao ver golpistas a encontro com Lula

Imagens de 8 de janeiro mostram o então ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) em diferentes ambientes da sede da presidência

Foto do author Julia Affonso
Foto do author Weslley Galzo
Foto do author Tácio Lorran
Foto do author André Borges
Por Julia Affonso , Weslley Galzo , Tácio Lorran e André Borges
Atualização:

BRASÍLIA - As câmeras de segurança do Palácio do Planalto captaram todos os passos do ex-ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Gonçalves Dias, no dia da invasão por golpistas em 8 de janeiro. Trechos das imagens analisadas pelo Estadão mostram o general do Exército surpreso ao se deparar com extremistas no terceiro andar do Planalto e atônito ao ver os estragos na portaria principal do prédio.

Uma das primeiras imagens de G Dias, como é conhecido, foi registrada às 16h19. O general aparece dentro do elevador privativo de ministros. A porta se abre no terceiro andar, onde fica o gabinete do presidente da República. Do lado de fora, no corredor, golpistas andavam tranquilamente. G Dias parece se surpreender ao avistar os extremistas e recua. Não sai do elevador e aperta o botão para descer ao térreo.

PUBLICIDADE

Um minuto depois, às 16h20, a imagem do militar é captada por outra câmera, já no piso térreo do Planalto. Gonçalves Dias sai pela porta principal do palácio, onde ficam as máquinas de raio-x pelas quais passam os visitantes, e vai em direção ao exterior do prédio. Neste momento, o general olha para os lados e vê o local depredado. As imagens, que não têm áudio, também mostram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva gesticulando enquanto vê a situação do Planalto na noite do dia 8.

Momentos antes, um dos golpistas havia usado uma barra de ferro para bater em uma das máquinas de raio-x. Outro vândalo jogou duas cadeiras para fora do Planalto. Uma delas atingiu um homem que estava do lado de fora do Palácio.

O então chefe do GSI sai do prédio, caminha sozinho por cerca de 2 minutos e volta para o Planalto. Há um cone e barra de ferro e partes de móveis no chão. Gonçalves Dias reaparece às 16h29 no terceiro andar do edifício. Dois minutos depois, o militar e outros integrantes do GSI indicam a saída para golpistas vestidos de verde e amarelo.

Outros trechos dos vídeos mostram ainda Gonçalves Dias acompanhando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante uma vistoria no Planalto, às 21h26. Naquele dia, o petista estava em São Paulo e voltou a Brasília após a invasão.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) entregou neste sábado, 22, registros de 33 câmeras do Palácio do Planalto. As imagens foram compartilhadas depois que a CNN teve acesso a trechos das gravações, que mostram servidores do GSI interagindo com os vândalos.

Publicidade

As câmeras flagraram golpistas acolhidos por militar no Planalto e tentativa de roubo a caixa eletrônico. Em outro momento, as imagens mostraram momentos de tensão entre os ministros do governo, Flávio Dino (Justiça), José Múcio (Defesa) e Rui Costa (Casa Civil).

Confira também:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.