PUBLICIDADE

Guarda-civil mata suspeito de roubar relógio na Vila Olímpia

Roubo e morte ocorreram em posto de gasolina; região tem visto escalada de crimes nos últimos meses

Por Rariane Costa
Atualização:

Um homem de 29 anos morreu após roubar um relógio da marca Rolex de um cliente de um posto de gasolina na zona sul de São Paulo nesta terça-feira, 27. O tiro que vitimou o suspeito partiu de um guarda-civil do município de Taboão da Serra, região metropolitana, que percebeu e interveio no assalto. O caso foi registrado por volta das das 10 horas, na Rua Funchal, Vila Olímpia.

Segundo relato da vítima registrado em boletim de ocorrência, o crime ocorreu quando ele havia parado em um posto de gasolina para abastecer e calibrar os pneus. No momento em que desceu do carro, foi abordado por um indivíduo armado, de capacete, que chegou em uma motocicleta. O suspeito exigiu e pegou o relógio quando a ação foi interrompida pelo GCM.

Caso foi registrado na 2ª Delegacia Seccional (Sul) Foto: Google Street View

PUBLICIDADE

O suspeito foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou o óbito. Duas armas de fogo foram apreendidas para perícia.

O caso foi registrado como roubo, resistência, morte decorrente de intervenção policial, legítima defesa, localização/apreensão de objeto, localização/apreensão de veículo e localização/apreensão e entrega de veículo pela 2ª Delegacia Seccional (Sul).

Morumbi e Itaim Bibi têm as maiores altas de roubos em 2023

Os bairros do Morumbi e do Itaim Bibi, na zona sul, foram as regiões da cidade onde os roubos mais cresceram em 2023 na comparação com 2022, segundo dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública. No total, esse tipo de crime teve redução na capital no período, mas em algumas regiões os registros aumentaram.

Foram 133 mil roubos no ano passado ante 142 mil em 2022 em toda a cidade, queda de 6,7%. Olhando bairro a bairro, é possível notar que, enquanto alguns tiveram quedas significativas, outros tiveram aumento de ocorrências desse tipo. No geral, 58 dos 93 distritos apresentaram redução de roubos, enquanto o crime subiu em outros 21; em 14, houve estabilidade (com 2% ou menos de variação).

As maiores altas de roubos foram no Portal do Morumbi (37%) e Itaim Bibi (28%), na zona sul, assim como na Aclimação (28%), no centro expandido.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.