PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O blog voltado ao cidadão e ao consumidor

Vivo: leitor reclama de corte indevido de sinal de internet

Operadora informa que entrou em contato com o cliente para prestar os esclarecimentos necessários

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura

Eliel Barros afirma que a Vivo cortou o sinal de internet de seu celular enquanto estava em uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa) com um amigo. Segundo ele, não havia atingido a franquia.

PUBLICIDADE

Reclamação de Eliel Barros: “Tenho um plano pós pago da Vivo e quando precisei da internet por estar em uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa) com um amigo, a Vivo cortou o meu sinal dizendo que eu havia atingido a franquia. Eu uso mais o wi-fi em casa e fiz o plano justamente para usar fora de casa em casos de emergência. Se fosse para eu precisar colocar créditos para usar a internet da Vivo fora de casa, eu não teria feito o plano. Preciso que a Vivo libere meu acesso para eu não ter que trocar de operadora.”

Resposta da Vivo: “A Vivo informa que entrou em contato com o cliente para prestar os esclarecimentos necessários. A Vivo tem como estratégia ter o cliente no centro de suas decisões, mesclando metodologias e promovendo a melhor experiência do cliente com ações “de fora para dentro da empresa”. Com um programa de digitalização envolvendo diversas áreas, a empresa tem como objetivo potencializar a experiência no ciclo de vida do cliente, adaptar às suas novas expectativas e antecipar suas necessidades a partir da criação de uma proposta de valor digital, da automatização de processos e da transformação de redes e sistema. Além disso, tem investido fortemente em canais eletrônicos e oferece aos clientes o app Vivo, um grande hub para que o cliente solicite demandas comerciais e de atendimento de forma simples e rápida. Em redes sociais, a Vivo mantém um bot no Messenger no Facebook, que permite que a Aura (sua inteligência artificial) atenda aos clientes. A companhia também conversa com seus consumidores por meio de seu site, da central telefônica 10315 (fixa) e *8486 (móvel), e das lojas físicas e do SMS.”

Caso o leitor necessite, pode entrar em contato novamente.

Leitor reclama de corte indevido de sinal de internet. Foto ilustrativa. Não usar após a publicação. Foto: Adobe Stock

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.