Beber café de estômago vazio faz mal?

De acordo com especialistas, o órgão tem muitas maneiras de se proteger, mas é bom ficar atento a alguns sinais

PUBLICIDADE

Por Trisha Pasricha
Atualização:

Beber café sem comer algo junto pela manhã pode afetar o revestimento do estômago? Para muitas pessoas, desfrutar de uma xícara de café fresco logo cedo é uma maneira não negociável de começar o dia. Mas a ideia de que tomar um gole sem algum outro alimento pode prejudicar seu intestino – ou contribuir para outros males como inchaço, acne, queda de cabelo, ansiedade, problemas de tireoide ou dores, como alguns nas mídias sociais têm afirmado – ganhou tanta popularidade quanto a incredulidade.

PUBLICIDADE

Os pesquisadores têm investigado os benefícios e malefícios do consumo de café, especialmente no que diz respeito ao intestino, desde os anos 1970, disse Kim Barrett, professora de fisiologia e biologia da membrana na Universidade da Califórnia (Davis School of Medicine) e membro da diretoria da Associação Americana de Gastrenterologia. Felizmente, o estômago pode suportar todos os tipos de substâncias irritantes, inclusive o café.

“O estômago tem tantas maneiras de se proteger”, disse Barrett. Por exemplo, ele expele uma espessa camada de muco que cria um poderoso escudo entre o revestimento do estômago e o que quer que você ingira. Esse escudo também protege o estômago de seu próprio ambiente ácido natural necessário para triturar os alimentos, explicou ela.

Você teria que consumir uma substância muito dura “para que as defesas do estômago fossem quebradas, pois estão constantemente em um ambiente muito adverso e prejudicial”, disse ela. “É exatamente assim que o estômago faz seu trabalho.”

Portanto, beber café, especialmente se for preto, sem uma refeição pode reduzir o pH do estômago mais do que se você o bebesse com leite ou com algum outro alimento, segundo médico. Foto: Joyce Lee/The New York Times

Como o café afeta o intestino?

Substâncias Irritantes como álcool, fumaça de cigarro e anti-inflamatórios não esteroides – como ibuprofeno (Advil, Motrin) ou naproxen (Aleve) – são bem conhecidos por alterar os mecanismos naturais de defesa de nosso estômago e ferir seu revestimento, disse Byron Cryer, chefe de medicina interna do Centro Médico da Universidade Baylor em Dallas.

Seu laboratório de pesquisa é especializado em entender como diferentes medicamentos e outros produtos químicos podem prejudicar o estômago e o intestino delgado. Embora certas substâncias possam tornar o estômago mais vulnerável à formação de ácidos e úlceras, vários grandes estudos descobriram que este não é o caso do café.

Uma pesquisa de 2013 com mais de 8 mil pessoas vivendo no Japão, por exemplo, não encontrou nenhuma associação significativa entre o consumo de café e a formação de úlceras no estômago ou intestino – mesmo entre aqueles que bebiam três ou mais xícaras por dia.

Publicidade

“O café, mesmo em uma forma concentrada, não é susceptível de causar lesões objetivas no estômago”, disse Cryer. “E muito menos com as doses típicas nas bebidas habituais.” No entanto, o café tem um efeito no intestino – ele pode acelerar o cólon e induzir um movimento intestinal – e também aumenta a produção de ácido no estômago. Fora do intestino, a cafeína é bem conhecida por aumentar o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea. E se você a bebe muito perto da hora de dormir, ela pode perturbar seu sono. Mas estas mudanças são temporárias, disse Cryer.

O aumento do ácido estomacal causará algum problema?

Beber café com o estômago vazio é pouco provável que cause qualquer dano ao aparelho digestivo, mas teoricamente poderia provocar azia, disse Barrett.

Sabemos que o café desencadeia a produção de ácido estomacal, mas se você tiver alimentos no estômago, ou se você beber seu café com leite ou creme, isso ajudará a criar um tampão que ajude a neutralizar esse ácido. Portanto, beber café, especialmente se for preto, sem uma refeição pode reduzir o pH do estômago mais do que se você o bebesse com leite ou com algum outro alimento, disse Barrett.

Embora um pH ligeiramente mais baixo não afete o revestimento do estômago, ele poderia ser um problema para o revestimento do esôfago, que é muito mais vulnerável a danos causados pelo ácido.

PUBLICIDADE

Além disso, alguns estudos demonstraram que o café pode relaxar e abrir o esfíncter que liga o esôfago ao estômago, o que hipoteticamente poderia permitir que o ácido do estômago salpicasse mais facilmente para cima no esôfago e causasse sintomas desagradáveis de azia.

Mas, mesmo ali, os dados são mistos. Uma análise de 2014 de 15 estudos na Europa, Ásia e Estados Unidos não encontrou nenhuma ligação entre o consumo de café e os sintomas de azia, enquanto, por outro lado, um estudo de 2020 utilizando dados de mais de 48 mil enfermeiras identificou um risco maior de sintomas de azia entre os bebedores de café.

Para entender como o café pode afetar o esôfago, os cientistas também estudam uma condição chamada esôfago de Barrett, que ocorre quando o órgão é danificado pela exposição crônica ao ácido estomacal, como em pessoas com problemas de refluxo ácido de longa data.

Publicidade

Com esta condição, as células que revestem o esôfago se transformam em células mais resistentes, semelhantes ao estômago, para se protegerem do ácido. Estas mudanças podem aumentar o risco de câncer de esôfago, especialmente se você tem um histórico familiar da condição ou se você fuma. Mas, tranquilizando, um estudo realizado em 2016 com veteranos nos Estados Unidos não encontrou nenhuma relação semelhante com o consumo de café. Os autores concluíram que, para o esôfago de Barrett, evitar o café provavelmente não seria útil.

Então, o que devo fazer?

Praticamente falando, como gastroenterologista, costumo dizer aos meus pacientes para tomarem nota de seus sintomas. Se eles notarem consistentemente uma dor ardente no peito ou um gosto azedo na boca após tomar café, eles podem querer cortá-lo da dieta – ou considerar um antiácido. Adicionar um pouco de leite ou creme ou uma pequeno pedaço de comida com sua xícara matinal também pode ajudar. Mas se você não estiver percebendo nenhum sintoma, provavelmente é alguém que não sente um refluxo significativo depois do café e pode continuar bebendo em paz.

Cryer desfruta regularmente de seu café como um latte ou cappuccino – o leite vaporizado corta o amargor, disse ele. E, em geral, ele acrescentou, beber café tem muitos benefícios para a saúde, incluindo ligações com a longevidade, menor risco de doenças cardiovasculares e proteção contra muitos cânceres, incluindo de fígado, próstata, mama e colorretal.

“Há muito mais provas dos benefícios do café do que danos”, disse Cryer – algo que vale a pena ter em mente, acrescentou ele, enquanto você percorre as histórias da mídia social que professam os prejuízos da bebida./TRADUÇÃO STÉPHANIE ARAÚJO

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.