Holocausto: O que significa zona de interesse? Conheça filmes e livros sobre vida fora de Auschwitz

Chega aos cinemas o novo filme de Jonathan Glazer, que conta a história da família de um oficial nazista indiferente aos horrores praticados no campo de concentração vizinho à sua confortável casa de campo

PUBLICIDADE

Foto do author Flávio Pinto
Por Flávio Pinto
Atualização:

Zona de Interesse, novo filme de Jonathan Glazer, diretor de Reencarnação (2004) e Sob a Pele (2013), chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 15, após uma passagem aclamada pelo Festival de Cannes 2023 e depois de receber cinco indicações ao Oscar 2024 – incluindo de melhor filme e melhor filme internacional.

A produção retrata a vida de um oficial da SS, a polícia nazista, e sua família, em uma confortável casa vizinha ao campo de concentração de Auschwitz. Mostra todo o horror do nazismo sem mostrar, de fato, quase nada. Tudo é sugerido, e o resultado é um filme perturbador.

O que significa Zona de Interesse?

PUBLICIDADE

O título do filme, que é baseado no romance homônimo de Martin Amis, faz referência às zonas de interesse da Alemanha nazista.

Em Auschwitz, a área conhecida como zona de interesse compreendia 40 quilômetros ao redor do campo de concentração.

Estabelecida no início de 1941, depois da expulsão de poloneses e judeus das aldeias próximas e de um dos distritos de Oświęcim, ela foi criada para que não houvesse nenhuma testemunha dos crimes da SS, que administrava o local, e para que os prisioneiros não tivessem nenhum contato com o mundo exterior.

Cena do filme Zona de Interesse, de Jonathan Glazer Foto: A24 Films

O filme

Zona de Interesse narra a história do comandante de Auschwitz, Rudolf Höss (interpretado por Christian Friedel), e sua mulher Hedwig (Sandra Hüller), que lutam para construir uma vida ideal para sua família em uma casa com jardim próxima ao campo de concentração.

O filme apresenta a “vida normal” dos homens e mulheres envolvidos na terrível história do Holocausto e responsáveis pela morte de milhares de judeus. Essa abordagem provocativa capturou a atenção no Festival de Cannes 2023, onde o filme recebeu o prêmio Grand Prix, e tem continuado a impressionar críticos e espectadores em todo o mundo.

Publicidade

O Estadão selecionou outros filmes e livros que mostram a vida dos oficiais da SS durante a Segunda Guerra Mundial, as zonas de interesse, o apoio de civis e empresários e outros horrores perpetrados pelos nazistas durante o Holocausto.

Livros

O Menino do Pijama Listrado (2006)

Capa do livro O Menino do Pijama Listrado - Editora Seguinte/Divulgação Foto: Editora Seguinte/Divulgação

O livro, que também virou um filme de sucesso, conta a história de Bruno, que tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai.

  • Autor: John Boyne
  • Editora: Seguinte (192 páginas; R$ 62,90)

As Benevolentes (2007)

SÃO PAULO - SP - 2007 AS BENEVOLENTES Capa do livro As Benevolentes - Editora Alfaguara/Divulgação Foto: Editora Alfaguara/Divulgação

A obra trata dos horrores da Segunda Guerra Mundial sob a ótica do carrasco. São as memórias de Maximilien Aue, jovem alemão de origem francesa que, como oficial nazista, participa de momentos sombrios da recente história mundial, da execução dos judeus, as batalhas no front de Stalingrado, a organização dos campos de concentração, até a derrocada final da Alemanha. Aue, no entanto, não tem somente lembranças de guerra. Vivendo anonimamente na França, onde administra uma tecelagem, ele se recorda também de sua deturpada relação com a família.

PUBLICIDADE

  • Autor: Jonathan Littell
  • Editora: Alfaguara (912 páginas; R$ 124,90)

A Zona de Interesse (2015)

SÃO PAULO - SP - 2015 A ZONA DE INTERESSE Capa do livro A Zona de Interesse - Companhia das Letras/Divulgação Foto: Companhia das Letras/Divulgação

O livro que inspirou o filme de Jonathan Glazer. Romance de Martin Amis se passa nas zonas de interesse, em agosto de 1942. Cada um dos vários narradores testemunha o inominável a sua maneira. O primeiro é Golo Thomsen, um oficial nazista que está de olho na mulher do comandante. Paul Doll, o segundo, é quem decide o destino de todos os judeus. E Szmul, o terceiro, chefia a equipe de prisioneiros que ajudam os nazistas na logística do genocídio.

Publicidade

  • Autor: Martin Amis
  • Editora: Cia. das Letras (392 páginas; R$ 58,32)

Bilionários Nazistas (2023)

SÃO PAULO - SP - 2023 BILIONÁRIOS NAZISTAS Capa do livro Bilionários Nazistas - Editora Objetiva/Divulgação Foto: Editora Objetiva/Divulgação

A história do nazismo na Alemanha é inseparável das biografias dos industriais e financistas que ajudaram Adolf Hitler a conquistar o poder absoluto e lucraram milhões com as atrocidades do Terceiro Reich – são nomes como os Von Finck, Porsche, Oetker e Quandt. Aduladores e inescrupulosos, eles ampliaram seus impérios através do roubo de propriedades judaicas e da exploração do trabalho forçado de vítimas da barbárie nazista, além da fabricação de armas e munições.

A brandura do julgamento de seus crimes no pós-guerra possibilitou a continuidade de suas dinastias empresariais, cujos herdeiros acumulam fortunas e administram marcas mundialmente famosas até hoje, como Volkswagen, Dr. Oetker, BMW e Allianz. E por que, depois de tantas décadas, eles ainda estão fazendo tão pouco para reconhecer os crimes de seus antepassados? Leia aqui entrevista concedida pelo autor ao Estadão.

  • Autor: David de Jong
  • Editora: Objetiva (400 página; R$ 104,90)

Filmes

Conspiração (2001)

O filme dirigido por Frank Pierson mostra os bastidores da reunião do Terceiro Reich durante a Segunda Guerra Mundial, cujas deliberações mudaram o mundo para sempre. Utilizando o roteiro autêntico retirado do único transcrição sobrevivente gravada durante a reunião, Conspiração explora a psicologia dos oficiais nazistas envolvidos na “Solução Final da questão judaica” durante o período. Disponível na HBO Max.

Amém (2002)

Durante a Segunda Guerra Mundial, o engenheiro em saúde e homem de família Kurt Gerstein é atribuído pela SS para ser o diretor do Instituto de Higiene. Quando descobre que se realizava a matança dos judeus, decide para denunciar. Com direção de Costa-Gavras, o filme está disponível para compra e aluguel digital no Claro Video.

Publicidade

Relato Final (2021)

Um retrato da última geração viva do Terceiro Reich de Hitler em entrevistas que levantam questões sobre autoridade, identidade nacional e seus próprios papéis nos maiores crimes humanos da história. De Luke Holland, a produção está disponível na Netflix.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.