PUBLICIDADE

Mulheres dominam o Grammy 2024; saiba como assistir, os indicados e quem se apresenta

Taylor Swift, Lana Del Rey e SZA se destacam nas três principais categorias; Beatles, Metallica, Jon Batiste e Ivan Lins também estão entre os indicados; veja lista

Foto do author Damy Coelho
Por Damy Coelho
Atualização:
Taylor Swift é uma das favoritas na categoria 'Álbum do Ano'; ela ainda concorre em outras cinco indicações FOTO TABA BENEDICTO / ESTADAO Foto: TABA BENEDICTO

A 66.ª edição do Grammy, que será realizada neste domingo, 4, com transmissão ao vivo (veja abaixo como assistir), conta com algumas surpresas. A maior delas é o número recorde de indicações femininas nas categorias mais nobres do prêmio. Em Gravação do Ano, concorrem sete - SZA, Miley Cyrus, Billie Eilish, Victoria Monét, Taylor Swift, Olivia Rodrigo e o trio indie Boygenius - e apenas um homem, o pianista Jon Batiste, tendência que se repete também nas categorias Álbum do Ano e Música do Ano. Além da representatividade, o fato aponta para uma tendência atual da indústria em exaltar o ponto de vista feminino por meio das letras e das perfomances.

Consequentemente, elas também são maioria entre as apresentações confirmadas para a cerimônia deste domingo. Sobem ao palco figuras como Joni Mitchell, que faz sua estreia como atração musical da premiação após mais de 50 anos de carreira e 9 troféus, SZA, a campeã de indicações neste ano - ela disputa em nove categorias, algo inédito em sua carreira -, as jovens Billie Eilish e Olivia Rodrigo e Dua Lipa com seu pop disco. Somam à lista o lendário Billy Joel e o rapper Travis Scott, além do nigeriano Burna Boy e do cantor de country Luke Combs.

Premiações ao longo dos tempos

Desde o primeiro Grammy de Gravação do Ano dado a uma mulher - para a brasileira Astrud Gilberto, por sua emblemática versão de The Girl From Ipanema em parceria com Stan Getz, em 1965 - elas passaram a ter destaque nesta categoria. Algumas das vencedoras foram Carole King, Tina Turner, Céline Dion, Norah Jones, Amy Winehouse e Adele. Taylor Swift foi uma das cantoras que recebeu o maior número de indicações nos últimos 10 anos, mas ainda não levou o prêmio para a casa. Neste ano, ela concorre novamente com Anti-Hero.

Brasileiros no Grammy 2024

Novamente, há brasileiras indicadas neste ano: Eliane Elias e Luciana Souza & Trio Corrente concorrem a Melhor Álbum de Jazz Latino. Entre os homens, Ivan Lins também representa o Brasil na categoria.

Movimento

PUBLICIDADE

Em 2024, as mulheres também se destacam nas maiores categorias (álbum, gravação e música): SZA, Taylor Swift e Olivia Rodrigo foram indicadas nas três, junto ao cantor Jon Batiste, seguindo uma tendência dos últimos anos de premiação, que já apontava um aumento na participação delas.

Ao todo, o maior número de indicações ficou com SZA (9), Victoria Monét e Phoebe Bridgers (7) e Olivia Rodrigo, Miley Cyrus e Billie Eilish e Brandy Clark(6), empatadas com Jon Batiste e o produtor Jack Antonoff.

Essa mudança de cenário vem a partir de uma demanda do próprio público. Em 2018, apenas uma mulher levou o troféu (Alessia Cara por Artista Revelação), incitando uma crítica entre espectadores e membros da indústria musical. Logo, ganhou destaque nas redes a hashtag #GrammySoMale (”Grammy tão masculino”). A partir daí, a premiação passou a contar com mais representatividade de gênero.

Publicidade

Porém, não é possível ignorar que os prêmios dedicados às mulheres seguem no campo das intérpretes. Ainda falta que a indústria aponte - e invista - também no trabalho de produtoras e outras categorias mais técnicas. Neste ano, apenas Elaine Martone representa as mulheres nesta categoria.

Veja abaixo os indicados ao Grammy nas principais categorias

Álbum do Ano

  • Boygenius, “The Record”
  • Janelle Monáe, “The Age of Pleasure”
  • Jon Batiste, “World Music Radio”
  • Lana Del Rey, “Did You Know That There’s a Tunnel Under Ocean Blvd”
  • Miley Cyrus, “Endless Summer Vacation”
  • Olivia Rodrigo, “Guts”
  • SZA, “SOS”
  • Taylor Swift, “Midnights”

Gravação do Ano

  • Billie Eilish, “What Was I Made For?”
  • Boygenius, “Not Strong Enough”
  • Jon Batiste, “Worship”
  • Miley Cyrus, “Flowers”
  • Olivia Rodrigo, “Vampire”
  • SZA, “Kill Bill”
  • Taylor Swift, “Anti-Hero”
  • Victoria Monét, “On My Mama”

Artista Revelação

  • Coco Jones
  • Gracie Abrams
  • Fred Again
  • Ice Spice
  • Jelly Roll
  • Noah Kahan
  • Victoria Monét
  • The War and Treaty

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Música do Ano

  • Billie Eilish, “What Was I Made For?”
  • Dua Lipa, “Dance the Night”
  • Jon Batiste, “Butterfly”
  • Lana Del Rey, “A&W”
  • Miley Cyrus, “Flowers”
  • Olivia Rodrigo, “Vampire”
  • SZA, “Kill Bill”
  • Taylor Swift, “Anti-Hero”

Melhor Trilha Sonora para Mídia Visual

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

  • Billie Eilish, “What Was I Made For?”
  • Dua Lipa, “Dance the Night”
  • Nicki Minaj & Ice Spice Featuring Aqua, “Barbie World”
  • Rihanna, “Lift Me Up”
  • Ryan Gosling, “I’m Just Ken”

Melhor Álbum Vocal de Pop

  • Kelly Clarkson, “Chemisty”
  • Miley Cyrus, “Endless Summer Vacation”
  • Olivia Rodrigo, “Guts”
  • Ed Sheeran, “-”
  • Taylor Swift, “Midnights”

Melhor Performance Pop de dupla ou grupo

  • Miley Cyrus com Brandi Carlile, “Thousand Miles”
  • Lana Del Rey com Jon Batiste, “Candy Necklace”
  • Labrinth com Billie Eilish, “Never Felt So Alone”
  • Sza com Phoebe Bridgers, “Ghost in the machine”
  • Taylor Swift com Ice Spice, “Karma”

Publicidade

Melhor Gravação de Pop/Dance

  • Bebe Rexha & David Guetta, “One in a Million”
  • Calvin Harris Featuring Ellie Goulding, “Miracle”
  • David Guetta, Anne-Marie & Coi Leray, “Baby Don’t Hurt Me”
  • Kylie Minogue, “Padam Padam”
  • Troye Sivan, “Rush”

Melhor Performance Solo de Pop

  • Billie Eilish, “What Was I Made For?”
  • Doja Cat, “Paint the Town Red”
  • Miley Cyrus, “Flowers”
  • Olivia Rodrigo, “Vampire”
  • Taylor Swift, “Anti-Hero”

Melhor Gravação de Dance/Eletrônica

  • Aphex Twin, “Blackbox Life Recorder 21F”
  • James Blake, “Loading”
  • Disclosure, “Higher Than Ever Before”
  • Romy & Fred again.., “Strong”
  • Skrillex, Fred again.. & Flowdan, “Rumble”

Melhor Álbum de música Dance/Electrônica

  • James Blake, “Playing Robots Into Heaven”
  • The Chemical Brothers, “For That Beautiful Feeling”
  • Fred again.., “Actual Life 3 (January 1 - September 9 2022)”
  • Kx5, “Kx5″
  • Skrillex, “Quest for Fire”

Melhor Álbum de Música Alternativa

  • Arctic Monkeys, “The Car”
  • Boygenius, “The Record”
  • Gorillaz, “Cracker Island”
  • Lana Del Rey, “Did You Know That There’s a Tunnel Under Ocean Blvd”
  • PJ Harvey, “I Inside the Old Year Dying”

Melhor Performance de Música Alternativa

  • Alvvays, “Belinda Says”
  • Arctic Monkeys, “Body Paint”
  • Boygenius, “Cool About It”
  • Lana Del Rey, “A&W”
  • Paramore, “This Is Why”

Melhor Álbum de Rock

  • Foo Fighters, “But Here We Are”
  • Greta Van Fleet, “Starcatcher”
  • Metallica, “72 Seasons”
  • Paramore, “This Is Why”
  • Queens of the Stone Age, “In Times New Roman…”

Melhor Música de Rock

  • Boygenius, “Not Strong Enough”
  • Foo Fighters, “Rescued”
  • Olivia Rodrigo, “Ballad of a Homeschooled Girl”
  • Queens of the Stone Age, “Emotion Sickness”
  • The Rolling Stones, “Angry”

Melhor Performance de Rock

  • Arctic Monkeys, “Sculptures of Anything Goes”
  • Black Pumas, “More Than a Love Song”
  • Boygenius, “Not Strong Enough”
  • Foo Fighters, “Rescued”
  • Metallica, “Lux Æterna”

Melhor Álbum de Música Urbana

  • Rauw Alejandro, “Saturno”
  • Karol G, “Mañana Será Bonito”
  • Tainy, “Data”

Melhor álbum de jazz latino

  • Eliane Elias, “Quietude”
  • Ivan Lins with the Tblisi Symphony Orchestra, “My Heart Speaks”
  • Bobby Sanabria Multiverse Big Band, “Vox Humana”
  • Luciana Souza & Trio Corrente, “Cometa”
  • Miguel Zenón & Luis Perdomo, “El Arte Del Bolero Vol. 2″

Melhor Clipe Musical

  • The Beatles, “I’m Only Sleeping”
  • Tyler Childers, “In Your Love”
  • Billie Eilish, “What Was I Made For”
  • Kendrick Lamar, “Count Me Out”
  • Troye Sivan, “Rush”

Como assistir

O Grammy Awards acontece no domingo, 4, a partir das 21h30, com transmissão pela HBO Max e TNT.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.