PUBLICIDADE

Rodrigo Faro divulga teaser de filme sobre sequestro de Silvio Santos; veja

Em ‘Silvio’, o apresentador interpretará o dono do SBT, que teve sua casa invadida em 2001 pelo mesmo criminoso que manteve Patrícia Abravanel em um cativeiro

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O apresentador Rodrigo Faro surpreendeu seus seguidores ao aparecer caracterizado como Silvio Santos em suas redes sociais nesta terça-feira, 2. Ele publicou o teaser do filme Silvio, que conta a história do sequestro do dono do SBT em 2001.

Dirigido por Marcelo Antunez e produzido pela Imagem Filmes, o filme tem previsão de estreia exclusivamente nos cinemas no dia 5 de setembro.

PUBLICIDADE

No vídeo, Faro está caracterizado como Silvio em uma cena em que prepara café. “Baseado em fatos reais, o empresário Silvio Santos conta sua trajetória na tentativa de fazer as pazes com o passado e garantir sua sobrevivência no presente, quando é feito de refém pelo mesmo homem que sequestrou uma de suas filhas”, escreveu o apresentador na legenda.

Nos comentários, fãs o elogiaram. “Já trouxe muita emoção com apenas alguns segundos de tela, imagina o filme todo”, comentou um. “Parabéns, Rodrigo, você é um cara incrível”, disse outro.

Cartaz do filme 'Silvio'. Foto: Reprodução | Instagram @

Relembre o caso que inspirou o filme

Em 30 de agosto de 2001, o apresentador e empresário Silvio Santos foi sequestrado e feito de refém por oito horas dentro de sua casa. O sequestrador era Fernando Dutra Pinto, mesmo homem que havia sequestrado a apresentadora Patrícia Abravanel, filha do dono do SBT, dias antes.

O criminoso rendeu Silvio na cozinha e pediu um helicóptero para a fuga, se negando a negociar com a polícia. A agonia chegou ao fim quando Fernando se rendeu após a chegada de Geraldo Alckmin, governador de São Paulo na época.

O sequestrador foi preso e morreu cinco meses depois, no dia 2 de janeiro de 2002, após sofrer uma parada cardíaca dentro da prisão.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.