PUBLICIDADE

Nova invasão de novelas estrangeiras no Brasil é embalada por streaming e até Globo entra na onda

Novo canal a cabo no Brasil só para folhetins estrangeiros, sucessos da Turquia e Coreia do Sul na Netflix e investimento até da Globoplay no catálogo internacional são sinais do fenômeno

Foto do author Daniel Silveira
Por Daniel Silveira
Atualização:

Se tem uma coisa que o mercado de audiovisual do Brasil sabe fazer é telenovela. O número de sucessos é inegável, inclusive quando se fala de exportações dessas produções para outros países. E o brasileiro gosta tanto de novela que até mesmo as estrangeiras fazem sucesso por aqui.

PUBLICIDADE

Desde os anos 1980, as telenovelas latinas ganharam o coração dos telespectadores daqui. Naquela década, o o SBT (quando ainda se chamava TVS) começou a exibir as primeiras produções importadas do México. Nessa década e nas seguintes, também tiveram espaço as criações venezuelanas, colombianas, chilenas, argentinas, americanas e algumas de Portugal.

Mais recentemente, produções turcas, coreanas e indianas têm feito a alegria do noveleiros na TV e no streaming.

Cena de 'A Iludida', novela turca exibida no TNT Novelas e disponível no HBO Max. Foto: HBO Max/Divulgação

Veja alguns sinais dessa nova onda:

  • O TNT acaba de lançar um canal no Brasil só para as produções gringas, com novelas britânicas, americanas, turcas...
  • Na Netflix, dramas da Turquia e da Coreia do Sul sobem cada vez mais nas listas de conteúdos mais vistos por brasileiros.
  • Até o Globoplay, serviço de streaming da Globo, reforça os títulos estrangeiros em seu catálogo

Mas o que explica o sucesso das produções gringas, se o Brasil é tão bom em fazer novela? O segredo, para algumas pessoas é a dramaturgia, a forma diferente como as tramas são contadas em outros países.

“Do jeito que eles contam as histórias nem tudo é 100% explicado. Eles dão abertura para a gente imaginar, pensar... Muita coisa não é explícita com o texto”, diz Manu Gerino, 38, criadora de conteúdo que é fã das narrativas coreanas. Manu é tão apaixonada que tem um canal no YouTube dedicado às produções asiáticas.

“Muitas coisas me chamam a atenção nessas produções. São histórias mais curtas, por exemplo, que não se perdem facilmente ou que não demoram para ‘pegar’”, continua a criadora de conteúdo. “Tem dramas que duram 100 episódios, mas é bem incomum”, continua.

Publicidade

A atriz Gaby Spanic, a protagonista de 'A Usurpadora': Paola e Paulina foram sucesso absoluto no Brasil. Foto: Reprodução/ SBT

Sem enrolação

Manu não é a única. A empresária Ingrid Santos, 29, e a recepcionista Críz Ribeiro, 42, concordam. As duas são fãs de novelas turcas e dizem que, entre tantas diferenças, a forma como as tramas se desenvolvem chama a atenção.

“As novelas daqui estão tão cansativas, é sempre a mesma coisa, fica bem cansativo de assistir, é uma enrolação para chegar a um fim determinado”, comenta Críz. “Acho que elas são mais diretas, por isso gosto mais”, continua.

Outra questão defendida por Críz é que as novelas turcas são menos explícitas. “O palavreado não é tão escrachado”, opina. Na mesma linha de pensamento, Ingrid conta que tem preferido assistir às produções turcas por serem novelas com menos cenas de sexo. “O que me pega muito é que as brasileiras são meio vulgares, acho que o contexto sexual das novelas brasileiras está demasiado. As turcas não mostram tantas cenas de sexo, eu prefiro”, comenta a empresária.

Ingrid afirma que assistir às novelas gringas também é uma forma de “viajar” para outros lugares e conhecer novas culturas. “Eu acho que ajuda muito porque acabo pensando como é morar lá, imaginando como seria ir. Eu me divirto também com os nomes diferentes”, comenta.

Engin Akyurek, à direita, e Beren Saat estrelam 'Fatmagul', novela turca exibida na Band. Foto: Artesmedia

Canal mundial

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

As queridinhas turcas não são exatamente uma novidade para os telespectadores. As produções já tiveram lugar na programação da Band (Mil e Uma Noites e Fatmagül - A Força do Amor, ambas em 2015), no Globoplay e, mais recentemente também podem ser conferidas na programação do TNT Novelas, novo canal do TNT, que chegou aos planos de TV por assinatura na última segunda-feira, 26.

“Há décadas novelas reúnem audiências em torno da emoção de seus episódios diários. As estrangeiras têm grande aceitação entre o público latino-americano, principalmente as produções turcas, por sua qualidade técnica e temas universais emocionalmente ressoantes”, diz Mônica Pimentel, VP de conteúdo da Warner Bros. Discovery, empresa de mídia responsável pelos canais TNT.

A programação da TNT Novelas traz conteúdos de sucesso seguidos por milhões de telespectadores em todo o mundo. Entre elas estão as produções turcas Será isso amor?, Um Milagre, Iludida, Meu lar, meu destino, e Amor sem fim.

Publicidade

A novela 'Será Isso Amor?' está sendo exibida no novo canal TNT Novelas. Foto: HBO Max/Divulgação

Um amor antigo

O sucesso das produções gringas é uma realidade relativamente antiga que foi impulsionada pela ascensão das plataformas de streaming, diz Thaiane Machado, doutoranda que pesquisa consumo de telenovelas no Grupo A-Tevê da Universidade Federal da Bahia. Se antes era preciso esperar que os canais comprassem uma novela e exibissem nas suas faixas de horários, que muitas vezes coincidiam entre as emissoras, agora, elas estão acessíveis em computadores, celulares, tablets e até mesmo nas televisões.

“A gente já assiste a narrativas estrangeiras há bastante tempo. Primeiro eram os seriados ‘enlatados’, quando temos uma aproximação com esse tipo de produto, mas acredito que houve um momento de virada que foi impulsionado pela pandemia”, elabora a pesquisadora.

“Ela fez com que a gente ficasse mais em casa e buscasse mais produtos audiovisuais para serem consumidos”, continua. Segundo ela, essa nova fase de consumo de novelas estrangeiras também tem um impulso importante dado pelo Globoplay, que inseriu em seu catálogo algumas produções gringas.

Outras plataformas de streaming também ajudam a divulgar as narrativas de outros países. Produções turcas podem ser vistas no HBO Max, além do Globoplay, que também traz novelas portuguesas em seu catálogo. Os dramas coreanos são destaque na Netflix, no Viki e no Kocowa. Estes dois últimos são os lugares onde Manu mais acessa seus doramas favoritos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.