PUBLICIDADE

Resumo BBB 24: Festa da Líder é marcada por desabafos e críticas entre participantes; veja destaques

Durante a festa, participantes do BBB 24 expressam descontentamentos e fazem revelações pessoais, intensificando as dinâmicas de alianças e rivalidades

Por Larissa Godoy
Atualização:

Na madrugada desta quinta-feira, 29 de fevereiro, o BBB 24 foi cenário de intensas emoções e revelações que marcaram a dinâmica entre os participantes. Durante a Festa da Líder Beatriz, temática “Camelando”, diversos acontecimentos se destacaram, desde críticas abertas até momentos de vulnerabilidade emocional.

BBB 24: Festa da Líder Beatriz Foto: @Big Brother Brasil via X

Pitel expressou seu descontentamento com Davi, apontando comportamentos que considera ultrapassarem os limites do jogo. Enquanto isso, Wanessa e Yasmin protagonizaram conversas profundas, abordando desde decepções com outros competidores até revelações pessoais significativas, como a lembrança de antigos amores e a dinâmica de perseguição percebida dentro da casa.

PUBLICIDADE

Davi, por sua vez, não hesitou em rotular Wanessa e Yasmin como “cobras”, evidenciando a tensão e as alianças frágeis que permeiam o ambiente. Paralelamente, a líder Beatriz emocionou-se ao reviver suas experiências passadas por meio da decoração e atividades da festa, reforçando sua conexão com a vida fora do reality.

Confira a seguir mais detalhes dos acontecimentos.

Críticas de Pitel a Davi

Durante a festa, Pitel dividiu a sua opinião sobre Davi, destacando um comportamento que, segundo ela, ultrapassa os limites do jogo. Em uma conversa com Lucas Henrique, a participante alagoana enfatizou sua intenção de não formar juízos pessoais dentro da casa, mas fez uma exceção ao descrever Davi como “chato” e “desrespeitoso”.

Pitel explicou sua abordagem ao jogo, dizendo: “Aqui dentro eu entendo que não quero falar de você como pessoa, quero falar de você como jogador, porque quando passar por aquela porta seu jogo não vai me interessar mais, quero que isso aqui zere, não quero que você leve para o coração. Já errei com Rodrigo, com Fernanda, acho que Rodrigo nunca errou comigo”. Ela continuou, destacando a atitude de Davi: “Quero tentar ao máximo julgar as pessoas aqui pelo jogo delas, fora a parte das pessoas que eu acho chata, porque ser chata é pontual. Davi faz é chato, cansativo, é desrespeitoso. Para mim, isso passa do jogo”.

Além disso, Pitel discutiu a dinâmica dos afazeres domésticos na casa, criticando a atitude de jogar na cara dos outros as boas ações feitas. “Depois da briga, cheguei no quarto Fada e ele estava falando: ‘Tem dois ou três aqui que não fazem nada’. Quando eu cheguei, ele parou de falar”, relatou Lucas Henrique.

Publicidade

Pitel complementou: “Vocês fazem porque querem. Quem é obrigado a fazer qualquer tipo de coisa e falar assim: ‘Alegrete, lavei a louça lá, fiz o arroz’. Aqui estamos todos de igual para igual. Quer fazer? Faça, mas você está fazendo porque quer, porque todo mundo aqui é adulto e todas as punições que tomam é porque querem”, disse. “Limpou porque quis e depois está jogando na cara porque você é um babaca, entendeu? Só que depois que faz tudo de bom coração, é fácil jogar na cara”.

Wanessa e Yasmin

Wanessa compartilhou suas preocupações com Yasmin sobre como são percebidas dentro do jogo. A conversa revelou a inquietação de Wanessa após ser etiquetada como falsa por Davi, em uma discussão que ocorreu antes da festa.

Wanessa expressou: “Por causa dos estereótipos, a gente vira a vilã”. Yasmin, em resposta, sugeriu focar na competição: “Ganha o Líder”.

PUBLICIDADE

As duas continuaram discutindo as atitudes de outros participantes, com Yasmin expressando frustração sobre repetir argumentos sem ser ouvida: “Eu tinha desistido já de discutir, porque sabe quando você repete, repete e a pessoa não muda a tecla?”. Wanessa, enfatizando a importância de se posicionar, respondeu: “Não pode, tem que bater junto. Porque o que parece, quando a gente cala, a gente consente”.

O diálogo entre elas também abordou a decepção com Alane, com Wanessa mencionando: “Mas que foi decepção a Alane, foi”. Yasmin criticou a tendência de Alane de se colocar como vítima em situações de conflito: “Só que ela faz isso com todo mundo que bate de frente com ela, ela deixa a pessoa como errada e ela de vítima. Ela distorce absolutamente tudo. Ela é assim, é quem ela é”.

Além disso, Yasmin opinou sobre a percepção de perseguição por parte de Alane: “O sonho da Alane é que toda a casa estivesse contra ela. Isso está nítido. O sonho dela é ser a perseguida que vai em todo Paredão e volta de todos. A vítima, a coitadinha”.

Davi fala sobre Wanessa e Yasmin

Davi, em conversa com Alane e Matteus, chamou Wanessa e Yasmin de”cobras”, referindo-se a atitudes que interpretou como traiçoeiras. Essa observação surgiu durante uma discussão sobre as flutuações nos relacionamentos entre os participantes.

Publicidade

Alane notou uma mudança na forma como Wanessa interagia com ela, destacando a ausência de contato visual, o que foi prontamente identificado por Davi como um indicativo de falsidade. Matteus, por outro lado, sugeriu que a conduta de Wanessa poderia ser resultado de receio quanto ao julgamento do público, em vez de falsidade.

A conversa se aprofundou quando Alane mencionou ter sonhado com Yasmin se transformando em cobra. Davi então expandiu sua crítica para incluir ambas as participantes: “Ela e Yasmin são duas cobras. Hoje te abraça, amanhã te apunhala”.

A Festa da Líder Beatriz

Na festa temática “Camelando”, dedicada à líder Beatriz no BBB 24, a noite foi marcada por uma série de momentos emotivos e homenagens. Beatriz se emocionou profundamente ao encontrar uma barraca de camelô na decoração, lembrando do seu trabalho anterior ao programa.

Ao longo do evento, Beatriz assumiu o papel de camelô, e percorreu as barracas para anunciar e “vender” produtos variados como frutas, chapéus, óculos, casacos, e lenços, envolvendo outros participantes como Alane, Davi, e Matteus na dinâmica.

Revelações pessoais

No decorrer da festa, Wanessa compartilhou momentos significativos de sua vida pessoal . A cantora relembrou seu relacionamento com Dado Dolabella ao ouvir Magic da banda Coldplay, expressando a importância emocional dessa música para ela. “Eles querem fazer eu chorar”, comentou.

Além disso, a a cantora abriu o coração sobre sua primeira paixão. Ao escutar Ela Não Está Aqui, hit do KLB, a cantora revelou ter namorado Leandro, um dos integrantes do trio, quando tinha 15 anos. “KLB!”, comemorou ela, iniciando a cantar a música e compartilhando que “a primeira paixão da vida” foi Leandro. “Quando eu vi ele, eu tinha 9 anos, ele passou na minha frente. Só fui namorar ele com 15 anos”, explicou Wanessa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.