PUBLICIDADE

Publicidade

Jornal espanhol coloca ídolo do São Paulo entre as piores contratações do PSG de sua história

Lista tem campeão mundial no primeiro lugar, astro do futebol inglês e atleta do Coritiba

PUBLICIDADE

Foto do author Leonardo Catto
Atualização:

O Paris Saint-German movimenta bilhões de euros desde que foi comprado pelo Qatar Sports Investment, em 2011. Nem todo o dinheiro, contudo, foi bem gasto com contratações. Não para a imprensa espanhola. O jornal As listou os piores jogadores comprados pelo clube parisiense nos últimos anos. Entre eles, está Diego Lugano, ídolo no São Paulo e jogador da seleção uruguaia, atualmente comentarista esportivo.

PUBLICIDADE

Lugano chegou ao MorumBis em 2004. No ano seguinte, o zagueiro fez parte do elenco campeão paulista. Logo ele mostrou-se peça-chave da equipe campeã da Libertadores e do Mundial da Fifa, em 2005, e do Campeonato Brasileiro, em 2006. Do clube tricolor, o uruguaio foi para o Fenerbahce, da Turquia, até que teve os direitos comprados pelo PSG, em 2011, por 3 milhões de euros (R$ 6,3 milhões, na época).

Lugano ficou uma temporada e meia em Paris. “Nunca chegou a se destacar, apesar de jogar 34 partidas”, escreveu o As. O PSG o emprestou para o Málaga, da Espanha. Depois, com o fim do contrato, o zagueiro foi para o West Bromwich Albion, da Inglaterra, a custo zero. Ele ainda rodou por Suécia e Paraguai antes de retornar ao São Paulo, onde encerrou a carreira em 2017.

Ídolo do São Paulo, Lugano chegou a ser diretor de relações internacionais do clube depois de aposentado. Foto: Rubens Chiri/São Paulo

Quem lidera a lista das piores contratações do PSG, ex-time de Messi e Neymar, é Gianluigi Buffon. O goleiro foi campeão do mundo com a Itália em 2006, além de ter vencido dez vezes a liga italiana com a Juventus. No PSG, porém, a história foi outra. Ele atuou somente por uma temporada no clube francês, em 2019. Aos 40 anos, Buffon sofreu 18 gols em 17 jogos. A passagem ficou marcada por uma falha na partida de volta das oitavas de final da Champions League contra o Manchester United. O PSG foi eliminado após perder por 3 a 1.

Outro nome na lista dos “pernas de pau” é David Beckham. O astro inglês, ídolo do Manchester United e Real Madrid, aposentou-se no PSG, em 2013, no começo da “era rica” do clube. Na época, ele havia deixado o Los Angeles Galaxy, quando a MLS ainda não tinha estrelas como hoje. A passagem foi amarga e sem gols em 14 jogos. Isso não impediu que os torcedores o ovacionassem quando ele foi substituído no jogo de despedida.

O atacante Jesé Rodríguez, que estava no Coritiba na temporada passada, e o técnico multicampeão com o River Plate Marcelo Gallardo, que passou pelo PSG da temporada entre 2006 e 2007, quando atuava como meia, também são citados. O PSG chegou a pagar 25 milhões de euros (R$ 88 milhões) ao Real Madrid pelo atacante espanhol em 2016.

Não há brasileiros na lista do jornal AS. Ainda antes de o clube enriquecer, o PSG já era destino de alguns craques do País, como Ronaldinho Gaúcho. Nenê, Vampeta, Aloísio Chulapa, Raí e Leonardo também atuaram no time nos anos 1990 e começo dos anos 2000. Mais recentemente, Neymar foi a contratação mais cara do futebol mundial. O craque já não está mais em Paris.

Publicidade

As 15 piores contratações da história do PSG, segundo As

  1. Gianluigi Buffon
  2. Jesé Rodríguez
  3. Lassana Diarra
  4. Chuopo-Moting
  5. Grzegorz Krychowiak
  6. Hatem Ben Arfa
  7. Yohan Cabaye
  8. Benjamin Stambouli
  9. David Beckham
  10. Mohamed Sissoko
  11. Milan Bisevac
  12. Diego Lugano
  13. Peguy Luyindula
  14. Marcelo Gallardo
  15. Serguéi Semak
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.