PUBLICIDADE

Publicidade

Negócio familiar de chinelos de 1996 fatura hoje mais de R$ 2 milhões pela internet

Conheça a trajetória de Felipe Mattoso, que implantou o varejo online na DuRio, indústria de chinelos e sandálias fundada pelo pai há 27 anos

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

O carioca Felipe Mattoso, 31 anos, lidera a implantação do varejo online da marca DuRio, de chinelos e sandálias, negócio iniciado em 1996 pelo pai, Wanderclay Alves Matos. Atualmente, Felipe ocupa a posição de CEO, tendo o pai na função de conselheiro e supervisor.

Felipe Mattoso, da empresa de chinelos e sandálias DuRio Foto: Divulgação/Carolina de Araújo Andrade Pereira

PUBLICIDADE

Wanderclay começou a atividade com apenas um par de chinelos, um protótipo desenvolvido a partir de exemplar emprestado. O resultado recebeu elogios, e o boca-a-boca estimulou a expansão. Hoje, a DuRio disputa um mercado que tem marcas famosas como Havaianas, Melissa, Azaleia e Rider, entre outras. Sem lojas próprias, comercializa para a uma rede de cerca de dois mil revendedores em todo o Brasil, sobretudo na região Sudeste.

Depois de um ensaio no varejo digital em 2016, a firma entrou para valer nos marketplaces em 2020, pressionada pelas restrições da pandemia da Covid-19. Sem alternativa, Felipe partiu para a internet. “Passei a trabalhar dentro de casa, no home office, no isolamento, de 14 a 16 horas por dia”, conta. Atualmente, além do site próprio, a DuRio coloca suas mercadorias em marketplaces de maior alcance. Para saber mais sobre a história da DuRio, acesse a reportagem completa do Blog do E-commerce neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.