PUBLICIDADE

Brasil, Bolsonaro ou Janja? Descubra qual palavra o presidente Lula mais falou em 6 meses de governo

‘Estadão’ analisou 120 discursos, pronunciamentos e entrevistas coletivas concedidas pelo petista desde janeiro de 2023

Por Camila Pessôa
Atualização:

SÃO PAULO – Nos seis primeiros meses de governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) explorou as palavras “País” (com 1.446 repetições), “Brasil” (1.303) e “pessoas” (758) nas declarações públicas. Os termos mais usados pelo petista refletem a intenção do chefe do Executivo de se diferenciar do seu antecessor, Jair Bolsonaro (PL), citando, recorrentemente, a “reconstrução” da nação após “destruição” da gestão anterior.

PUBLICIDADE

Apesar das menções indiretas, o ex-presidente foi pouco citado nominalmente por Lula no período. Bolsonaro aparece com 36 repetições. Quase a mesma quantidade de vezes que ele citou o nome da primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, com 37 recorrências, embora ela costume acompanhar os compromissos e ter uma postura alvo de críticas até de aliados.

Para chegar ao resultado das palavras mais ditas pelo presidente até agora, o Estadão fez um levantamento a partir de 120 discursos, pronunciamentos e entrevistas coletivas do presidente, no Brasil e no exterior, entre 1º de janeiro e 30 de junho deste ano.

“Em termos gerais, Lula cita Brasil, nosso País, com frequência no intuito de ser capaz de fazer um diagnóstico da situação do País e ainda, após sua vitória, mostrar-se capaz de dar uma guinada em relação ao governo anterior que, em sua visão, foi assaz destrutivo para o Brasil”, afirmou o cientista político Rodrigo Prando, professor e pesquisador da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Palavras mais ditas por Lula em discursos desde o início de janeiro Foto: Camila Pessoa

As declarações analisadas pelo Estadão foram selecionadas com base em toda a agenda presidencial dos primeiros seis meses de governo. Algumas transcrições de pronunciamentos são disponibilizadas publicamente pelo governo federal, outras foram feitas pela reportagem de maneira automática, com o auxílio de aplicativos de legenda, a partir de gravações disponíveis no YouTube.

Para não distorcer o resultado da “nuvem de palavras”, foram removidos termos menos relevantes para a compreensão do discurso, como artigos, preposições e alguns verbos (como vir, dever, ficar e quiser).

País e Brasil são as palavras mais citadas

País, com 1.446 recorrência, e Brasil, com 1.303, estão no topo da lista dos termos mais usados por Lula em discursos, pronunciamentos e entrevistas coletivas. A análise mostra que o presidente fala repetidamente em reconstruir o Brasil após o que ele chama de período de “barbárie”. Segundo ele, o País foi “destruído” e agora “voltou”.

Publicidade

“Para Lula e a esquerda, Bolsonaro e o bolsonarismo devem ser derrotados não apenas nas eleições, mas, também, no discurso, nos resultados de seu governo e, mais recentemente, nas redes sociais, com as entrevistas concedidas por Lula”, disse Prando.

As palavras “País” e “Brasil” também são usadas no contexto econômico global, em que o presidente afirma que o País pode figurar entre as grandes economias mundiais por causa do alto potencial produtivo e de crescimento como economia sustentável.

O termo “Brasil” também aparece nas menções ao nome de alguns programas do governo, como Brasil Sorridente e Brasil Quilombola, e em declarações sobre a relação com outros países, como “Brasil e Argentina”, “Brasil e Inglaterra”, “Brasil e Venezuela”, “Brasil e Cuba”, “Brasil e Uruguai”, em especial nas viagens feitas pelo presidente. Outro ponto diplomático são as afirmações de que o Brasil não quer inimizade com outros países.

No caso concreto, é que o Brasil não quer inimizade com nenhum País. E se a gente puder construir acordos dentro de cada País, nós vamos ajudar

Lula (PT), presidente, na cerimônia de assinatura de atos em Buenos Aires, no dia 23 de janeiro

Pessoas aparece em terceiro lugar

A palavra “pessoas” surge em 3º lugar, com 758 repetições. Outro termo relacionado, “povo”, está na 10ª posição, mencionado 429 vezes. O presidente utiliza esses vocábulos com frequência para se referir ao empobrecimento das pessoas e a necessidade de cuidado com elas. Também as utiliza para se referir aos bolsonaristas em acampamentos na frente dos quartéis, referência que aparece, principalmente, nos discursos do início do ano.

O Brasil voltou à estaca zero. Ou seja, a irresponsabilidade da governança foi tão grande que as pessoas voltaram a pedir esmola, outra vez a pedir comida

Lula (PT), presidente, em café da manhã com jornalistas, no dia 14 de janeiro

PUBLICIDADE

“As palavras ‘pessoas’, ‘povo’ e ‘todos’ estão no campo daquilo que sempre foi o foco discursivo de Lula e sua marca política: ações voltadas para o povo, para a massa de cidadãos”, avaliou o cientista político Rodrigo Prando.

A expressão “povo brasileiro” aparece 160 vezes. Lula também fala muito da condição do “povo pobre”, do “povo humilde” ou do “povo trabalhador”, que, segundo ele, não está boa e vai melhorar em seu governo. Com relação às regiões do País, se refere principalmente ao povo do Nordeste, em especial da Bahia – único Estado que aparece entre as 200 palavras mais citadas, na 144ª posição, com 86 menções.

O carinho que o povo baiano tem comigo e o carinho que eu tenho pelo povo baiano é uma coisa que transcende, transcende aquilo que a ciência explica, a questão da química

Lula (PT), presidente, na abertura da feira Bahia Farm Show, em 7 de junho

Governo e presidente na lista

Em 4° lugar, está “governo” (621 repetições) e em 6°, “presidente” (605). O primeiro termo é usado para caracterizar os governos do Partido dos Trabalhadores (PT), citar o que está sendo desenvolvido e o que vai ser feito pela gestão atual, além de explicitar qual é o papel que o governo vai exercer nesse mandato.

Publicidade

Nesses 80 dias de governo, nós não temos feito outra coisa a não ser tentar recuperar tudo aquilo que tinha sido feito de bom, que tinha dado certo e que foi destruído

Lula (PT), presidente, na cerimônia de lançamento do programa Mais Médicos, no Palácio do Planalto, em 20 de março

Sobre a palavra “presidente”, Lula refere-se a si mesmo na terceira pessoa com frequência. Além disso, usa o termo para falar da sua história, para mencionar o ex-presidente Bolsonaro e se comparar a ele. Também é usado para se referir a presidentes de outros Poderes, como da Câmara e do Senado.

O presidente da República existe para resolver problemas e não para criar problema

Deixa eu te dizer uma coisa, primeiro a política de preço da Petrobras ainda será discutida pelo governo, no momento em que o presidente da República convocar o governo para discutir política de preço

Lula (PT), presidente, em café da manhã com jornalistas, em 8 de abril

Para o professor Prando, as duas palavras também são usadas por Lula para diferenciá-lo de Bolsonaro. “No que tange às palavras ‘governo’ e ‘presidente’ há elementos da percepção de que o quadro encontrado pós-Bolsonaro exigirá ações concretas em várias áreas do novo governo e que, na condição de presidente, ele sabe como fazer e reafirma que fará”, disse.

Mundo aparece em expressões

Em 5º lugar, com 618 repetições, surge a palavra “mundo”. O presidente utilizou 167 vezes a expressão “todo mundo”. O termo isolado está em frases como “reconquistar seu lugar de destaque no mundo”, referindo-se ao Brasil. Expressões como “no mundo do trabalho”, “no mundo dos governadores” e “no mundo da política” também são citadas.

Lula na abertura do Foro de São Paulo Foto: Wilton Junior/Estadão

Além disso, a palavra aparece quando o presidente cita alguma posição de destaque do Brasil, como em “terceiro maior produtor de alimentos do mundo” ou na relevância do País em produção de energia renovável e sustentabilidade. A “paz no mundo”, diante do conflito entre Ucrânia e Rússia, é outro exemplo.

Nos discursos, a tensão entre os países é representada pela repetida utilização das palavras guerra (68ª posição, citada 148 vezes) e paz (86º lugar, citada 129 vezes).

Democracia sem grande destaque

O cientista político avalia que a palavra “democracia” poderia ter mais destaque nas declarações de Lula, considerando que o presidente baseou a campanha eleitoral na construção de uma frente ampla em defesa do tema. O termo está na 38ª colocação, com 196 repetições.

“Os atos do 8 de janeiro, com os ataques às sedes dos Três Poderes, em Brasília, poderiam dar material discursivo para que Lula evoluísse na defesa da democracia, das instituições e do Estado de Direito. Obviamente, ele fez isso, e se diferenciou do governo anterior que tensionou a democracia nos últimos anos. Todavia, os dados indicam que há outras palavras e temas que ganharam mais relevância no campo discursivo do presidente.”

Publicidade

Em relação à geopolítica internacional, Venezuela (102ª posição, com 116 menções) é o terceiro País ao qual Lula mais se refere, atrás apenas da Argentina (em 76º lugar, com 142 menções) e China (100º, mencionada 118 vezes).

O conceito de democracia é relativo para você e para mim. Eu gosto de democracia porque a democracia me fez chegar à presidência da República pela terceira vez. Então veja, vai ter eleições na Venezuela

Lula (PT), presidente, em entrevista à Rádio Gaúcha, no dia 29 de junho

“Em muitos casos, no cenário internacional, como, por exemplo, referências ao conflito Rússia-Ucrânia e à Venezuela, as falas de Lula foram equivocadas e sofreram muitas críticas. Recentemente, fez alusão à democracia como relativa numa tentativa de defender a Venezuela pela existência de eleições. Sabidamente, eleições são parte da democracia, mas, jamais, em tempo algum, podem ser o elemento principal definidor de um regime democrático”, disse Prando.

Veja as 20 palavras em destaque nas falas de Lula

  1. País (1.446);
  2. Brasil (1.303);
  3. Pessoas (758);
  4. Governo (621);
  5. Mundo (618);
  6. Presidente (605);
  7. Ano (458);
  8. Companheiro (453);
  9. Todos (445);
  10. Povo (429);
  11. Estado (411);
  12. Agora (405);
  13. Política (369);
  14. Ministro (352);
  15. Países (296);
  16. Dinheiro (286);
  17. Vida (283);
  18. Voltar (278);
  19. Grande (262);
  20. Casa (255).
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.