PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Até Ciro Nogueira tentou conter crise entre Bivar e ala do DEM no União Brasil

Senador preside o PP, que tenta criar uma federação com o União Brasil; conflito pode prejudicar as negociações

Foto do author Augusto Tenório
Por Augusto Tenório

O presidente do PP, Ciro Nogueira (PP-PI), atuou para tentar conter a crise no União Brasil, partido com o qual o Progressista iniciou tratativas para formar uma federação. A avaliação no PP é que, se o conflito no União não for superado, as negociações pela federação, que já são difíceis, podem afundar de vez.

Ciro tentou em vão, em encontro realizado na última semana, apaziguar a disputa entre o atual presidente do União, deputado Luciano Bivar (PE), e o vice-presidente do partido, advogado Antônio de Rueda, pelo comando da legenda. O líder Elmar Nascimento (BA), que apoia Rueda, também esteve no encontro.

Ciro Nogueira (PP-PI), presidente do PP, tentou apaziguar os ânimos no União Brasil Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

PUBLICIDADE

A interlocutores, Ciro disse ter tentado “de tudo” para que a bandeira branca fosse hasteada, mas não teve jeito. Como mostrou a Coluna do Estadão, Bivar mede forças com Rueda pelo comando do União, mas o advogado é apoiado pelas principais lideranças da legenda, como o governador de Goiás, Ronaldo Caiado; o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto; Elmar Nascimento; e o líder no Senado, Efraim Filho.

O União foi formado, em 2022, a partir da fusão entre DEM e PSL, mas as duas alas nunca se acertaram. Bivar era presidente do PSL, já ACM Neto, Efraim e Caiado, por exemplo, eram membros do DEM.

Bivar tentou adiar a eleição do novo diretório nacional, que escolherá o novo presidente do partido, mas Rueda conseguiu realizar a convenção nesta quinta-feira, 29.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.