Rodrigo Simas fala sobre ‘difícil’ cena de morte de José Venâncio em ‘Renascer’

Ator conta que sequência foi ‘trabalhosa’, mas diz que não ficou tenso; personagem morre em capítulo que vai ao ar na próxima segunda-feira

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A morte de José Venâncio, personagem de Rodrigo Simas no remake de Renascer, é um marcante momento na novela. O capítulo vai ao ar na próxima segunda-feira, 22, e o ator revelou ao Gshow como foi gravar essa cena.

José Venâncio (Rodrigo Simas). Foto: Fabio Rocha/TVGlobo

PUBLICIDADE

Na trama, Venâncio, que está acompanhado de João Pedro (Juan Paiva) quando é morto a tiros. Quem atira é Egídio (Vladmir Brichta), que arma a tocaia para se vingar de José Inocêncio (Marcos Palmeira).

Para Simas, a sequência foi “difícil e trabalhosa”. “Não fizemos as cenas em ordem cronológica, viajamos para gravar na serra do Rio de Janeiro, mas conseguimos nos divertir”, contou.

“Já havia morrido em cena uma vez, mas nunca tinha gravado dentro de um caixão. Sempre me perguntam se fiquei com aflição ou tive algum desconforto, mas não. Fiquei zero agoniado e tenso, pelo contrário”, continuou. “Estava confortável e ainda fecharam o caixão por alguns segundos. Em alguns momentos tinha vontade de rir durante os ensaios”.

Ele também elogiou seu parceiro de cena, Juan Paiva. Segundo Rodrigo, o colega é “uma pessoa admirável e um dos melhores atores da geração”.

Na novela, Venâncio faz par romântico com Buba, personagem de Gabriela Medeiros. A vida da personagem tem uma reviravolta após a morte do companheiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.