Publicidade

Leila Pereira solta a voz e canta Roberto Carlos em trote da seleção brasileira; veja vídeo

Presidente do Palmeiras foi a primeira mulher a chefiar a delegação brasileira de futebol masculino

PUBLICIDADE

Foto do author Leonardo Catto
Por Leonardo Catto
Atualização:

Leila Pereira chamou a atenção dos holofotes enquanto chefe da delegação da seleção brasileira na última Data Fifa. A presidente do Palmeiras foi a primeira na CBF a falar sobre os casos de Robinho, preso por estupro coletivo e com pena homologada no Brasil e Daniel Alves, condenado por agressão sexual. Passada a semana de amistosos e a vitória palmeirense na semifinal do Paulistão, Leila compartilhou um trecho da sua fala no trote de apresentação na seleção.

PUBLICIDADE

A “cerimônia” é comum para novatos convocados. Após uma breve fala, os atletas cantam alguma música, de pé em uma cadeira durante o jantar da delegação. Foi assim que Vinicius Júnior se apresentou quatro anos atrás, por exemplo, cantando “Atrasadinha”, de Felipe Araújo e Ferrugem.

Leila não fez diferente. Atendendo aos jogadores, que cantavam “olê, olê, olê, ola, Leila, Leila”, ela subiu em uma cadeira na ponta da mesa e ordenou “prestar atenção na titia”. “Eu sou do Rio. Vejam que eu falo ‘Palmeirax’. Não sou muito carioca, fui criada em Cabo Frio, cidade maravilhosa na Região dos Lagos”, falou antes de começar a entoar “Emoções”, de Roberto Carlos.

Segundo a campanha do Brasil para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2027, Leila é a primeira mulher a chefiar a delegação brasileira de futebol masculino. A mandatária do Palmeiras costuma reiterar que é também a primeira a ganhar o campeonato nacional como presidente de um clube da Série A.

Leila Pereira acompanhou a seleção brasileira na vitória contra a Inglaterra e no empate diante da Espanha, respectivamente. Com um plano envolvendo o avião particular de Leila, ela, Endrick e Murilo, que também representavam o Brasil, e Richard Ríos, que estava com a delegação colombiana, retornaram da Espanha para São Paulo um dia após o segundo amistoso. Assim, os atletas estiveram disponíveis para a semifinal do Palmeiras contra o Novorizontino.

Deu certo. Murilo e Endrick foram titulares. O jovem atacante ainda marcou o gol da classificação, antes de sair por dores que já vinham de uma pancada sofrida contra a Espanha. Ríos entrou durante o jogo. O Palmeiras enfrenta o Santos na final. O primeiro jogo será na Vila Belmiro, no domingo. A decisão acontece na próxima semana, dia 7 de abril, no Allianz Parque.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.